Menu
18 de julho de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Super Banner Campo Grande Expo
Transparência

Acesso ao portal do Governo aumenta 54,6%

Pedidos de informação sobem 28,3% somente nos últimos 12 meses

2 Set2017Da redação14h14

A transparência dos gastos públicos é um dos compromissos do governador Reinaldo Azambuja com a população de Mato Grosso do Sul. Somente na atual administração todos os salários de servidores e gastos do executivo estadual passaram a ser divulgados de forma detalhada. As ferramentas utilizadas para divulgar os dados são o Portal da Transparência e o Serviço de Informação ao Cidadão, geridos pela Controladoria Geral do Estado (CGE-MS).

A controladoria é o órgão que tem a responsabilidade de monitorar o trabalho de todas as secretarias e demais órgãos da máquina pública estadual, exercendo as funções de corregedoria, auditoria, ouvidoria e ações de transparência. Assim, os cidadãos podem consultar e acompanhar onde o Governo do Estado está investindo o dinheiro dos tributos. As informações disponíveis vão desde salário do governador e demais servidores, repasses e convênios com municípios e entidades, gastos e cronograma de desembolso com obras, saúde, educação, segurança pública, legislação estadual, as receitas arrecadadas dos impostos como IPVA, ICMS, entre diversas outras.

O controlador-geral, Carlos Eduardo Girão de Arruda, afirma que de uns anos para cá está havendo uma mudança de perfil das pessoas. De acordo com ele, o cidadão tem procurado informação e isso é importante para que eles se acostumem com o conceito que a informação é deles, está custodiada pelo Governo Estadual, mas é pública.

“Hoje a demanda vem principalmente de universitários, pesquisadores, mas também de organizações sociais como a Transparência Brasil, por exemplo, que faz monitoramento do Brasil inteiro. Essas organizações funcionam para nós como uma espécie de termômetro, a partir do momento em que medem como está o relacionamento entre poder público e o cidadão. Com as pesquisas e acompanhamento, vamos melhorando a qualidade das respostas”, explicou.

 

Veja Também