Campo Grande •23 de Agosto de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full banner ÁGUAS GUARIROBA - Aniversário de Campo Grande

Larissa Mendes, especial para o Diário Digital | Terça, 18 de Outubro de 2016 - 10h35Funcionários da Mega Serv entram em greveEmpresa presta serviços de limpeza para a área da saúde da prefeitura

Funcionários só voltarão depois que o salário for pago.
Funcionários só voltarão depois que o salário for pago. (Foto: Luciano Muta)


Com o pagamento atrasado há 12 dias, funcionários da Mega Serv, prestadora de serviço de limpeza da área de saúde da prefeitura, paralisam suas atividades nesta Terça-feira, 18. “Nós só iremos voltar à hora que o dinheiro estiver na conta”, diz o presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de Asseio e Conservação de Mato Grosso do Sul – STEAC-MS, Wilson Gomes da Costa. 

Segundo o presidente, desde o dia 10 de outubro, a categoria está em contato com a prefeitura que não dá uma posição sobre o pagamento, “Toda hora dão uma desculpa, falaram que a Sesau que não repassou o dinheiro, ai a Sesau fala que o dinheiro já ta com a prefeitura e o pagamento não vem”, comenta. 

A indignação foi maior quando os funcionários ficaram sabendo que apenas os ‘trabalhadores 24h’, aqueles que trabalham nas Unidades de Pronto Atendimento – Upa, haviam recebido. “Eles devem ter pensado que pagando os que trabalham mais, estava tudo resolvido, mas não. Entendemos que esse serviço é essencial, mas também entendemos que os trabalhadores precisam do dinheiro para sobreviver”, relata o presidente do sindicato.

A greve começaria na segunda-feira, 17, mas a prefeitura disse que pagaria todos os funcionários, o que não ocorreu. 

A funcionária do posto de saúde da Jockey Club, Crislaine da Silva, 27, está contando com a ajuda da família para se manter, “Sou mãe e pai, já estou sem comida em casa, não consegui nem comprar presente pro dias das crianças. É frustrante você trabalhar o mês inteiro, cumprir os horário e no final do mês não ter pagamento”, desabafa. 

José Apercido Ponciano, 48 anos, trabalha no CCZ e além de não receber o pagamento, suas férias também não foi paga, “as contas já estão todas atrasadas, ta faltando comida em casa, a gente se sente frustrado”, relata. 

Os trabalhadores estão em assembleia permanente na sede do sindicato e só voltarão para suas atividades, quando o salário for pago. A Mega Serv conta com 295 funcionários. 

Veja Também
Cirurgia aneurisma cerebral menos invasiva
João Crippa, o fundador da igreja Matriz
Quarta, 23 de Agosto de 2017 - 06h32Temperatura em elevação em todo o estado Umidade do ar volta cair mais ainda está longe do limite de alerta
Comunicação alternativa facilita contato com pacientes na Santa Casa
Franquia de lanches saudáveis para crianças chega a Capital
Três Lagoas abrirá mais dois pontos de distribuição de remédios
Projetos receberão R$ 4,5 milhões em bolsas de mestrado e doutorado
Prefeitura tentará empréstimo para concluir obras paradas
CCR MSVia anuncia retomada de obras na BR-163
Terça, 22 de Agosto de 2017 - 11h07CCR MSVia alerta para trechos em serviços na BR-163/MS Em caso de chuva as obras serão interrompidas
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothShop
DothNews
Rec banner - Patio central
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento