Menu
13 de dezembro de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Cultura

Festival de Dança Escolar, reune mais de 70 alunos nesta quinta-feira

O evento será realizado no Ginásio da unidade Agrárias e tem entrada gratuita

4 Dez2019Evelyn Thamaris19h12

Festival de Dança Escolar, promovido pelo curso de Educação Física da Uniderp tem sua segunda edição que será realizado nesta quinta feira dia 05 de dezembro AS 19h, contando com a participação de nove escolas públicas e privadas de Campo Grande, mais de 70 alunos realizarão 14 apresentações, nas modalidades ballet clássico, dança contemporânea, jazz, estilo livre, danças urbanas e populares. O evento será realizado no Ginásio da unidade Agrárias e tem entrada gratuita.

Participam do evento nesta 2ª edição: Escola Municipal José Valentim, com a coreografia “Arte Viva”; Escola Estadual Lino Villachá, com a apresentação “Vários Ritmos”; Escola Municipal Gonçalina Faustina de Oliveira, com a performance “Militar”; Escola Estadual Amando de Oliveira, com a coreografia “Da Ciranda ao Cacuriá”; Escola Municipal Dr. Eduardo Olímpio Machado, com os espetáculos “Dores de um amor” e “As belezas da vida”; Funlec Oswaldo Tognini, com quatro grupos realizando as apresentações “Zazu”, “Ravenna”, “Leoas” e ‘Variação de Repertório”; Escola Estadual Hércules Maymone, com a coreografia “Art Dance”; Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul, com o espetáculo “Beat Break“; Escola Municipal Professor Wilson Taveira Rosalino com as coreografias “This is It/Um encontro a Dança”. As três melhores coreografias serão premiadas com troféus.

A professora do curso de Educação Física da Uniderp, Márcia Maria de Azeredo Coutinho, explica que a maioria dos coreógrafos do festival são os professores das escolas e os próprios alunos que pensam no tema, no figurino, composição, música, entre outros aspectos da apresentação. Este ano o evento contempla não só Ensino Médio, mas, também, o Ensino Fundamental. “O festival vem aproximar a dança das escolas e desmitificar a visão de que apenas bailarinos podem trabalhar com a modalidade. Queremos incentivar a dança criativa, que as escolas compreendam como é importante colocar o corpo em movimento como uma forma de auxiliar na expressão corporal dessas crianças e jovens”, esclarece.

Professora de atividades rítmicas e expressivas em uma escola pública, a profissional de Educação Física Thais Leite Barbosa, pontua, “Independentemente da idade, dançar é uma forma de o indivíduo se expressar, despertar sentimentos, interagir em grupo, se sociabilizar. E tudo isso, melhora a qualidade de vida de qualquer pessoa”.

O evento cultural também contará com diversas apresentações, entre elas, grupo Luzes, o Estúdio Pantanal em Dança e Danças Urbanas Blaoow. Para participar, basta comparecer a unidade Agrárias, situada na rua Alexandre Herculano, 1.400.

Veja Também

Milhares de peixes-pênis cobrem a areia em praia na Califórnia
É hoje a grande inauguração da cidade do natal
Lucas Viana é o grande vencedor de A Fazenda 11
Idosa considera milagre a liberação de passagem com a chegada do Procon
Sexta-feira 13 de tempo nublado em MS
Campanha Natal Feliz do Tribunal de Contas conclui entrega de presentes
Aluno e professora conquistam medalha na Olimpíada da Língua Portuguesa
Noite de Adoração terá renda revertida para Casa da Criança Peniel
Outlet do Bem vai ajudar o Instituto Amigos do Coração
Katiúscia, valorizando a dona-de-casa