Campo Grande •26 de Junho de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto

Da Agência Brasil | Quinta, 12 de Janeiro de 2017 - 07h53Feriados prolongados deverão impulsionar a economia, diz Ministério do TurismoProjeção divulgada hoje considerou um acréscimo de 22 dias de folga, quando 10,5 milhões de viagens deverão ser feitas

Expectativa é de que as viagens nos fins de semana prolongados injetem R$ 21 bilhões a mais na economia em 2017
Expectativa é de que as viagens nos fins de semana prolongados injetem R$ 21 bilhões a mais na economia em 2017 (Foto: José Cruz/Agência Brasil)

Os dias de folga poderão impulsionar a economia brasileira, segundo estudo do Ministério do Turismo. A pasta espera que as viagens nos fins de semana prolongados por feriados que caem na segunda, terça, quinta ou sexta-feira injetem R$ 21 bilhões a mais na economia em 2017. A projeção divulgada hoje (12) considerou um acréscimo de 22 dias de folga, quando 10,5 milhões de viagens deverão ser feitas.

Na contramão de outros setores que projetam prejuízos com os feriados, como o comércio e a indústria, o Ministério do Turismo acredita que as viagens e o consumo nos dias de folga gerarão renda e emprego. O turismo, de acordo com o Conselho Empresarial de Hospitalidade e Turismo da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), é grande impulsionador de mais 52 áreas, direta ou indiretamente.

O feriado que deve gerar maior impacto é o Dia de Nossa Senhora Aparecida, em 12 de outubro, quando 1,94 milhão de viagens movimentarão R$ 3,9 bilhões na economia.

O levantamento foi feito pelo Ministério do Turismo, em parceria com a Fundação Getulio Vargas, levando em consideração os feriados de 21 de abril (Tiradentes, sexta-feira), 1º de maio (Dia do Trabalho, segunda-feira), 15 de junho (Corpus Christi, quinta-feira), 7 de setembro (Independência do Brasil, quinta-feira), 12 de outubro (Dia de Nossa Senhora Aparecida, quinta-feira) e 2 de novembro (Finados, quinta-feira). O Carnaval, a Semana Santa, o Natal e Réveillon foram desconsiderados, porque via de regra geram fins de semana prolongados e a ideia da projeção foi levantar qual o valor a ser acrescentado na movimentação econômica nacional em 2017.

Veja Também
Lombadas eletrônicas no interior são verificadas por técnicos da AEM/MS
Segunda, 26 de Junho de 2017 - 09h21Jovem vai visitar o pai e madrasta corre atrás dela com faca Mãe da jovem também teria sido ameaçada pela acusada
Segunda, 26 de Junho de 2017 - 09h04Valor de vendas em farmácias cresce 10,8% no último ano Grandes redes cresceram 10,8%, as demais redes e franquias cresceram 11,8% e as farmácias independentes cresceram 9,7%
Paralisação dos médicos já afeta população
Na 1ª Feira do Trabalho, governo leva serviços e emissão de documento à população
Segunda, 26 de Junho de 2017 - 07h54Ônibus com 30 trabalhadores capota em rodovia Acidente deixou um trabalhador ferido e foi transferido para hospital
Segunda, 26 de Junho de 2017 - 07h36Empresários pode regularizar situação com a Receita Adesão pode ser feita à partir de 3 de julho e termina em 31 de agosto
Segunda, 26 de Junho de 2017 - 07h18Umidade do ar continua em queda Temperatura mínima de 18° e a máxima se aproximando de 30°
Empresário e filho morrem em acidente
Domingo, 25 de Junho de 2017 - 17h35Prefeito ainda espera acordo com médicos Paralização pode deixar a população sem médicos nas UPAS
Vídeos
Diário Digital no Facebook
DothNews
Rec banner - Patio central
DothShop
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento