Menu
19 de junho de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Especial Mulher

Fabíola supera complexos e desabrocha para vida

Mulher que vivia se escondendo em casa hoje é equilibrada, sociável e confiante

8 Mar2018Valdelice Bonifácio13h50
Fabíola: 'Hoje, encontrei o equilíbrio, o que sempre procurei (Foto: Marco Miatelo)
  • Fabíola Brandão, durante ensaio fotográfico no Belmar Fidalgo, em Campo Grande; agora ela é uma mulher que gosta da própria imagem
  • Fabíola: 'Hoje, encontrei o equilíbrio, o que sempre procurei (Foto: Marco Miatelo)
  • Fabíola Brandão exibe as fotos do antes e depois do emagrecimento (Foto: Marco Miatelo)
  • Fabíola não quer ter a vida que tinha antes: 'quero progredir' (Foto: Marco Miatelo)
  • Fabíola atualmente é uma mulher comunicativa e confiante (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Larissa Neves/Divulgação)
  • (Foto: Larissa Neves/Divulgação)
  • (Foto: Larissa Neves/Divulgação)

A farmacêutica Fabíola Brandão dos Santos, de 36 anos, está vivendo agora seu desabrochar para a vida. Desde criança, ela sofreu com a obesidade e, por isso, se escondia. “Eu era uma pessoa muito fechada. No meu Facebook, só tinha fotos do meu cachorro. Agora, comecei a gostar da minha imagem. Estou saindo da toca”, revela.

Fabíola foi escolhida para figurar nas reportagens especiais do Mês da Mulher do Diário Digital porque teve a coragem de enfrentar seus medos e de falar abertamente sobre eles. Na entrevista concedida na Praça Belmar Fidalgo, em Campo Grande, Fabíola posou com desenvoltura para as lentes do fotógrafo Marco Miatelo, num ensaio que reflete o momento pleno da farmacêutica.

Quem a vê hoje não imagina o passado de complexos que ela deixou para trás. A nova Fabíola surgiu após entrar para o projeto Emagrece CG, um movimento que reúne organizações e profissionais do bem-estar para ajudar pessoas acima do peso a adotarem rotina e práticas saudáveis. “Ali encontrei pessoas com o mesmo problema que eu. Um apoia o outro”, diz.

No auge da obesidade, Fabíola que tem 1m66 de altura chegou a pesar 150 quilos. Hoje, ela tem 105 quilos. Ao longo da adolescência, ela fez muitas dietas e tomou medicamentos tarja preta, sempre com orientação médica, mas a situação não mudava em definitivo. “O que mudou é que desta vez, não tem oscilação. Não tem sobe e desce. Meu peso não sobe mais”, valoriza.

Para ela, isso se deve à metodologia do  EmagreceCG que reúne atividade física, alimentação saudável e apoio emocional. A equipe tem personal trainer, nutricionista, médico e psicólogo. “Não tenho mais compulsão por comida. O apoio psicológico te leva a refletir sobre o porquê você está comendo, entender a real fome. Antes eu comia por tudo, por alegria, por tristeza ou ansiedade. A comida era como uma muleta para mim. Hoje, estou conseguindo me equilibrar, o que eu procurei a vida inteira”, explica.

Equilibrada, como ela mesma se definiu, Fabíola fez tudo mudar. A autoestima a tornou mais sociável, comunicativa e confiante. Ela não é mais a mesma que fica só em casa escondida do mundo. “Atualmente, treino de segunda a sexta-feira, vou à academia. Fiz novos contatos”, relata.

A mudança na vida pessoal, rapidamente provocou uma virada na profissional. Há dois meses, ele trabalha como responsável técnica em uma farmácia de manipulação. “Antes eu tinha medo de encarar o mercado de trabalho. Eu pensava será que vão aceitar alguém como eu?”, relembra.

A Fabíola de antes já era uma mulher inteligente e preparada – ela fez mestrado e doutorado -- mas que tinha uma barreira diante de si, a própria autoimagem que não a agradava. Agora, que derrubou o obstáculo, ela quer ir mais longe. Está cheia de planos e de disposição.

“Estou fazendo uma especialização na área de estética. Tem a ver com uso de botox, tratamentos de estrias e flacidez, por exemplo. É algo a mais que quero aprender e colocar em prática. Acho que este meu novo momento acabou me levando a isso”, analisa. “Quando olho para trás e vejo tudo o que já passei, eu tenho a certeza do que quero para mim. Quero prosperar, perder mais peso, continuar a progredir. Não me permitirei voltar à vida que eu tinha”, completa.

Emagrece CG – O programa que ajudou Fabíola a se redescobrir está com inscrições abertas para sua segunda edição até o dia 10 de março. O movimento surgiu no ano passado após profissionais da saúde e bem estar decidirem fazer algo para tirar Campo Grande de um quadro preocupante. Uma pesquisa do Ministério da Saúde apontou que mais da metade da população da Capital está acima do peso.

“Nesta segunda edição, mais uma vez unimos forças com profissionais e empresas da área. Juntos queremos levar mais saúde e qualidade de vida para quem precisa. E para auxiliar ainda mais pessoas, nesta edição dobramos o número de vagas”, destaca Fernando Almeida, personal trainner que criou o projeto.

Como já foi mencionado, o EmagreceCG tem uma metodologia composta por três pilares: atividade física, alimentação saudável e apoio emocional. Durante cinco semanas os participantes passarão por atividades coletivas e individuais, com a orientação da equipe supervisora e de vários profissionais da área.

Programação - Nesta segunda edição, as atividades coletivas vão acontecer em cinco manhãs de sábado, nos dias 24 e 31 de março e 07, 14 e 21 de abril. Nestes encontros os participantes passarão pela pesagem, praticarão exercícios funcionais, assistirão palestras e receberão os desafios nutricionais e psicológicos da semana. 

No primeiro encontro os participantes serão divididos em pequenos grupos, conhecendo pessoas com as quais caminharão até o fim, criando conexões e uma rede de suporte e apoio mútuo. No mesmo dia, cada participante irá escolher uma academia, sem custo adicional, para frequentar semanalmente até a conclusão do programa. Junto às tradicionais, participam do projeto academias de dança, de treinamento funcional, cross fit, Box, muay thai, entre outras. 

Além do acesso a academia escolhida, o participante terá descontos exclusivos em empórios, lojas de suplementos, clínicas de nutrição e estética, entre outros. Os serviços serão oferecidos pelos mais de 35 parceiros do projeto, que envolvem profissionais da saúde e empresas locais. E, ao final, haverá uma premiação especial para os 3 homens e as 3 mulheres que mais perderem peso e, para o grupo que mais eliminar também. 

Como participar? - O EmagreceCG é voltado para aqueles que possuem o IMC (Índice de Massa Corporal) acima de 28. Para participar também é preciso apresentar atestado médico com liberação para prática de atividade física, ter mais de 18 anos, ter 1 hora livre por dia para as atividades individuais e disponibilidade aos sábados de manhã para as atividades coletivas. As inscrições custam R$ 108,90 e devem ser realizadas entre os dias 05 e 10 de março pelo site www.emagrececg.com.br.

Serviço - mais informações pelo telefone/whatsapp (67) 99257-7929, site www.emagrececg.com.br, Facebook www.facebook.com/emagrececg/ ou pelo Instagram @emagrececg.

Veja Também

Clima Manhãs frias e tardes quentes Dias devem permanecer com temperatura em elevação
Sitiante é autuado por manter macaco-prego em cativeiro
Anvisa suspende venda de fraldas Huggies Turma da Mônica
Colisão frontal mata duas pessoas em rodovia
Simted rejeita proposta feita pela prefeitura de Corumbá
Governo do Estado promove 113 PMs a sargento
Campanha do Agasalho do Judiciário é prorrogada até o dia 10 de julho
Castração de gatos no CCZ deverá ser agendada presencialmente
Empresário sugere proibição de fogos de artifício com ruído
Deficientes poderão ser isentos de taxa de inscrição em concursos