Menu
18 de julho de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Super Banner Campo Grande Expo

Exame preventivo em mulheres com deficiência terá maca especial

Mesa possibilita todos posicionamentos desde sentado até o horizontal por meio de sistema elétrico

7 Ago2017Da redação18h51

A partir desta segunda-feira (07), mulheres com  algum tipo de deficiência e motora poderão fazer o exame preventivo Papanicolau com mais conforto e comodidade. A Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) de Campo Grande passa a oferecer no Centro de Atendimento à Mulher (CEAM) uma mesa elétrica para exames clínicos ginecológicos.

A mesa possibilita todos os posicionamentos desde o sentado até o horizontal por meio de sistema elétrico com controle remoto manual, proporcionam conforto às pacientes e auxilia os profissionais de saúde na execução do procedimento.

Com este novo equipamento, as mulheres com deficiência terão mais autonomia para subirem na mesa do exame, pois a altura mínima é de 65 cm, o que facilita a transferência da cadeira de rodas para o aparelho. Na realização do procedimento, a mesa pode se elevar até 1 metro.

Para realizar o exame, as mulheres com deficiência devem procurar a unidade básica de saúde (UBS) ou de saúda da família (UBSF) mais próxima da residência e solicitar o agendamento do exame preventivo Papanicolau no CEAM para terem acesso a este equipamento.

Papanicolau - É um teste realizado para detectar alterações nas células do colo do útero e é a principal estratégia para detectar lesões precocemente e fazer o diagnóstico da doença bem no início, antes que a mulher tenha sintomas. A realização periódica permite que o diagnóstico seja feito cedo e reduza a mortalidade por câncer do colo do útero.

O exame preventivo é indolor, simples e rápido. Pode, no máximo, causar um pequeno desconforto que diminui se a mulher conseguir relaxar e se o exame for realizado com boa técnica e de forma delicada.

Para garantir um resultado correto, a mulher não deve ter relações sexuais (mesmo com camisinha) nos dois dias anteriores ao exame, evitar também o uso de duchas, medicamentos vaginais e anticoncepcionais locais nas 48 horas anteriores à realização do exame. É importante também que não esteja menstruada, porque a presença de sangue pode alterar o resultado. Mulheres grávidas também podem se submeter ao exame, sem prejuízo para sua saúde ou a do bebê.

Toda mulher que tem ou já teve vida sexual deve submeter-se ao exame preventivo periódico, especialmente as que têm entre 25 e 59 anos. Inicialmente, o exame deve ser feito anualmente. Após dois exames seguidos (com um intervalo de um ano) apresentando resultado normal, o preventivo pode passar a ser feito a cada três anos.

Ceam -O Centro de Atendimento à Mulher fica instalado no Centro Especializado Municipal (CEM), na Travessa Guia Lopes, sem número, região Central de Campo Grande. A escolha do local para oferecer o exame preventivo Papanicolau às mulheres com deficiência é por conta da facilidade de acesso através de várias linhas de ônibus (053, 087, 220, 221, 223, 224, 225, 226, 227, 240, 241, 401, 402, 601) e atender todas as regiões da cidade.

Veja Também

Pacientes do SUS vão receber notificações de consulta pelo celular
Projeto proíbe descrição indevida do leite em embalagens de alimentos
CCZ agenda castração de felinos nesta sexta-feira
Juiz de Dourados ocupará a vaga de desembargador falecido no TJMS
População poderá votar em temas sobre segurança pública no TJ
Três entidades são declaradas de utilidade pública em MS
Situação de haitianos em Corumbá é gravíssima, diz OAB
Lei preserva Parque dos Poderes
Inovação Pacientes do SUS vão receber notificações de consultas pelo celular Com a última atualização do e-SUS AB, os usuários passam a receber notificações de consultas agendadas.
Carro foi parar dentro córrego