Campo Grande •23 de Outubro de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full banner Rota das Estações - Primavera

Da redação | Domingo, 6 de Agosto de 2017 - 07h33Escolas do Sesi conseguem classificar 13 equipes na Olimpíada Brasileira de Robótica

(Foto: Divulgação)

As escolas do Sesi de Campo Grande, Corumbá, Dourados, Naviraí e Três Lagoas conseguiram classificar 13 equipes na etapa regional da OBR (Olimpíada Brasileira de Robótica) disputa neste sábado (05/08) nas cidades de Campo Grande, Corumbá, Dourados e Três Lagoas. Essas 13 equipes agora vão disputar a etapa estadual da OBR marcada para os próximos dias 25 e 26 de agosto no Centro de Convenções e Exposições Albano Franco, em Campo Grande, quando sairão os representantes de Mato Grosso do Sul para a etapa nacional a ser realizada no mês de novembro em Curitiba (PR).
 
Da Capital, a Escola do Sesi classificou as equipes Lego Jedi Mixers (nível 1) e Lego Jedi II (nível 2), enquanto de Corumbá as equipes classificadas foram Tupinambótica 4 (nível 1), Tupinambótica 1 (nível 2), Tupinambótica 2 (nível 2), Tupinambótica 3 (nível 2) e JYMC (nível 2). Já na cidade de Dourados o Sesi classificou as equipes Mega Mente One (nível 2), Mega Mente Two (nível 2), Mega Mente Three (nível 2) e The Vikings (nível 2), que é de Naviraí, e, em Três Lagoas, o Sesi classificou as equipes Tera Robotics (nível 2) e Three Robotics (nível 2).
 
Na avaliação da gerente de educação do Sesi, Simone Cruz, o evento foi um sucesso em termos de organização e de performance com a classificação de 13 equipes da instituição nas cidades de Campo Grande, Corumbá, Dourados, Naviraí e Três Lagoas. “Todos que participaram tiveram a oportunidade de verificar que o evento foi de alta qualidade e, por isso, o Sesi tem muito orgulho de fazer parte da organização da etapa regional da Olimpíada. Para o Sesi, foi uma alegria participar e também classificar 13 equipes para a etapa estadual, dando esperança de que podemos avançar para a etapa nacional em Curitiba no mês de novembro”, declarou.
 
Simone Cruz reforça que o Sesi é pioneiro no ensino da robótica no Estado e, por isso, tem marcado presença nas competições realizadas em Mato Grosso do Sul. “Os times de robótica das escolas do Sesi estão cada vez melhores, obtendo desempenho satisfatório nos treinos, desenvolvendo programações complexas e robôs com design inovador. Possibilitar aos alunos a participação em competições como essa agregam valor ao processo de aprendizagem dos mesmos, além da troca de experiência que é proporcionada com a interação entre os times do Estado”, disse.
 
Para o professor Amaury de Castro Júnior, que leciona na UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) e é o coordenador da OBR no Estado, o evento ficou acima de todas as nossas expectativas graças à parceria com o Sesi, que disponibilizou os locais para a realização da etapa regional e já garantiu o Albano Franco para sedia a etapa estadual. “Essa ajuda do Sesi contribuiu para a organização profissional da competição e tudo transcorreu muito bem. Na final estadual teremos 48 equipes competindo, incluindo escolas da rede pública e privada e, por isso, estamos muito satisfeitos”, ressaltou.
 
A competição
 
A Olimpíada Brasileira de Robótica é um dos torneios científicos brasileiros que se utiliza da temática da robótica e tem o objetivo de estimular os jovens às carreiras científico-tecnológicas, identificar jovens talentosos e promover debates e atualizações no processo de ensino-aprendizagem brasileiro. A competição destina-se a todos os estudantes de qualquer escola pública ou privada dos ensinos Fundamental e Médio ou técnico em todo o território nacional e é uma iniciativa pública, gratuita e sem fins lucrativos.
 
A etapa regional foi realizada no período matutino, quando as equipes foram distribuídas em níveis Fundamental (1) e Médio (2), com provas nas “pistas” fornecidas pela organização da OBR. Nessas pistas foram colocados obstáculos com diversos níveis de dificuldade, sendo que a prova e a pista simularam um ambiente de resgate de vítimas em que o robô teve de se deparar com obstáculos simulando escombros e fumaça. “O objetivo foi fazer com que os alunos testassem seus conhecimentos em informática, programação e robótica ao participarem das fases da olimpíada”, detalhou Amaury de Castro Júnior.
 
A diretora da Escola do Sesi de Campo Grande, Glaucia Aparecida Vital da Cruz Campos, considerou a disputa da etapa regional da OBR como uma chance de oportunizar aos jovens um momento de troca e de acolhimento. “Foi um aprendizado e o fato de o Sesi ter conseguido avançar demonstra que o nosso ensino tem um diferencial. Somos protagonistas de um novo tempo, de uma nova educação”, afirmou.
 
O estudante Iago Akio Saito, que é aluno da 1ª série do Ensino Médio da Escola do Sesi de Campo Grande e integrante da equipe Lego Jedi II, destaca que o treinamento para a OBR contribuiu para a conquista de mais esse desafio. “O nosso foco era que o time tivesse a união e a capacidade para que haja a melhora pela parte do robô e das personalidades de cada um dos competidores. Como foi minha primeira vez na OBR, trata-se de uma experiência inesquecível e agarrei essa oportunidade. Toda a equipe está de parabéns”, falou.
 
A diretora da Escola do Sesi de Corumbá, Mirian Correa da Silva de Jesus, acrescenta que foi um prazer sediar a etapa regional da OBR na cidade. “Os participantes demostraram que o conhecimento básico adquirido em sala de aula já começa a dar bons frutos. Estamos vivendo um período de avanço tecnológico e os nossos alunos estão sendo preparados para uma sociedade mais competitiva e criativa”, analisou.
 
O estudante Guilherme Flores de Souza, que é aluno da 2ª série do Ensino Médio da Escola do Sesi de Corumbá e integrante da equipe Tupinambótica 2, reforça que a competição foi, antes de tudo, muito divertida. “Aprendi muito, foi um momento muito diferente e mostrou que, cada vez mais, a robótica está crescendo dentro das escolas”, pontuou.
 
A diretora da Escola do Sesi de Dourados, Sibele Garcia, destaca que foi um ótimo evento e digno de elogios. “Recebemos os cumprimentos de todos os participantes em relação à organização e à estrutura física. As equipes tiveram um bom entrosamento e o clima da competição foi amigável”, ressaltou.
 
Para o estudante Gioavani Luna, que é aluno da 2ª série do Ensino Médio da Escola do Sesi de Dourados e integrante da equipe Mega Mente Two, o torneio foi muito competitivo. “Graças ao esforço de todo a equipe conseguimos avançar para a etapa estadual”, destacou. O professor André Santana, coordenador da equipe da Escola do Sesi de Naviraí, acrescenta que o bom resultado conquistado pelos alunos é motivo de orgulho. “Tivemos alguns falhos que serão melhorados para a etapa estadual. Estou feliz com a classificação e foi um dia de crescimento para todos”, afirmou.
 
Os estudantes Nádia Martinelli e Rafael Fernandes, ambos alunos da Escola do Sesi de Naviraí e integrantes da equipe The Vikings, destacam a importância de participar da competição. “Para mim foi uma coisa que marcou, mesmo com as falhas, nós conseguimos avançar”, disse Nádia, enquanto Rafael garante que vai buscar o primeiro lugar na etapa estadual. “Estamos prontos para isso”, garantiu.
 
A coordenadora pedagógica da Escola do Sesi de Três Lagoas, Elisandra Gomes, enaltece o envolvimento de todos na competição. “Estou maravilhada, pois fizemos um trabalho excelente. Os alunos interagiram muito e a OBR serviu para tornar os nossos estudantes mais participativos”, ressaltou. “Fico feliz que a nossa equipe conseguiu avançar”, completou o estudante Isaac Moreno, aluno do Ensino Médio da Escola do Sesi de Três Lagoas e integrante da equipe Tera Robotics.

Veja Também
Área usada como ‘garagem de ônibus’ gera transtornos
Rodoviária é palco da exposição 'Campo Grande - 40 anos de Capital'
Projeto colaborativo combate obesidade na Capital
Turista espanhola é morta por policiais na Rocinha
Últimos dias de pesca nos rios de MS antes do defeso
Servidor estadual terá semana com programação especial
Segunda, 23 de Outubro de 2017 - 12h52Na BR-163/MS, obras da CCR MSVia operam em pare-e-siga Em caso de chuvas as obras poderão ser suspensas, retornando tão logo elas cessem
HU abre inscrições para residências Médica e Multiprofissional
Segunda, 23 de Outubro de 2017 - 11h23Time UFGD representa o MS nos Jogos Universitários Brasileiros Jogos Universitários é o mais importante evento esportivo universitário do país
Leilão de bovinos supera meta e arrecada R$ 39 mil
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
Rec banner - Patio central
DothNews
DothShop
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento