Menu
21 de maio de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Mega banner Topíssima
Reviva Centro

Engepar já concluiu 57% da obra da 14

O prazo para conclusão dos trabalhos é março de 2020

18 Abr2019Mara Machado - Especial para o Diário Digital11h40
(Foto: Luciano Muta)
  • O engenheiro chefe da obra, Thiago Gonçalves explica a concepção do projeto para os vereadores
  • (Foto: Luciano Muta)
  • (Foto: Luciano Muta)
  • (Foto: Luciano Muta)
  • (Foto: Luciano Muta)

A emprenteira Engepar, informou na manhã de hoje que já foram concluidos 57% do total da obra de revitalização executada na 14 de Julho. Entre os serviços prestados estão, drenagem de águas pluviais, sistema de abastecimento de água, esgotamento sanitário, pavimentação da pista de rolamento, pavimentação das calçadas, paisagismo, rede elétrica, telecomunicação, rede de iluminação pública e infraestrutura para Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran), segurança e TI.

Vereadores de Campo Grande realizaram uma vistoria nas obras do Reviva Centro. De acordo com informações de Rudi Fiorese, titular da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços públicos (SISEP),  o prazo final da obra é para março de 2020,  podendo acontecer uma antecipação de entrega para dezembro deste ano. Ele também informou que o trabalho não está sendo feito durante a noite toda, por causa da Lei do Silêncio. Por isso a execução da obra está em ritmo acelerado de segunda-feira à sexta-feira, até às 22h.

Participaram da visita cinco vereadores, Junior Longo (PSB), Ayrton Araújo (PT), Vinicius Siqueira (DEM), Wilson Sami (MDB) e o vereador Papy (Soliedariedade). Além dos vereadores, estava presente também o proprietário da Engepar Engenharia e Participações, empresa responsável pelas obras, Carlos Clementino Moreira Filho e o engenheiro chefe, Thiago Gonçalves.

Segundo o engenheiro chefe, Thiago Gonçalves, o projeto tem a concepção de que as pessoas devem andar tranquilamente pela Rua 14 de Julho e afirmou para os vereadores, que cada esquina terá o rebaixamento de 1 cm para facilitar o acesso de cadeirantes.

Veja Também