Menu
20 de junho de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Benefício

Energisa realiza cadastro da Tarifa Social na Semana do Consumidor

Evento será realizado no Procon/MS de 12 a 16 de março

12 Mar2018Da redação15h37

A Energisa Mato Grosso do Sul vai estar com a sua equipe de negociação de 12 a 16 de março na ação realizada em parceria com o Procon/MS no Projeto ‘Resolva Já’. Além da quitação de dívidas e recuperação de crédito dos consumidores inadimplentes, a concessionária pretende reforçar o cadastro dos clientes na Tarifa Social (subsídio do Governo Federal na tarifa de energia) para reduzir o valor da conta de luz das famílias consideradas baixa renda.

Atualmente, em Mato Grosso do Sul, a Energisa tem mais de 112 mil clientes que já recebem o benefício, porém ainda existem 65 mil famílias que podem se beneficiar do programa.

Como funciona? A Tarifa Social dá descontos de até 65% na conta de luz, dependendo da faixa de consumo, e para indígenas e quilombolas até 100%, do valor cobrado com a aplicação da tarifa residencial sem o benefício. Para a faixa de consumo até 30 kWh/mês, o desconto é de 65%. Já para a faixa de consumo de 31 a 100 kWh/mês, este desconto será de 40%. A faixa de consumo de 101 a 220 kWh/mês terá o desconto de 10%. O consumo, superior a 220 kWh não incidirá desconto.

A ideia é minimizar o impacto no orçamento dessas famílias. Esse desconto fica com o cliente para ser utilizado no comércio local estimulando assim a economia do seu município.

Quem tem direito? A Tarifa Social de Energia Elétrica (TSEE) garante descontos na conta de luz dos consumidores residenciais, e tem direito:

- As famílias inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal com renda familiar per capita mensal menor ou igual a meio salário mínimo nacional; ou

- Quem receba o Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social – BPC nos termos dos arts. 20 e 21 da Lei nº 8.742, de 7 de dezembro de 1993; e

- Famílias inscritas no Cadastro Único com renda mensal de até 3 (três) salários mínimos, que tenha portador de doença ou deficiência cujo tratamento, procedimento médico ou terapêutico requeira o uso continuado de aparelhos, equipamentos ou instrumentos que, para o seu funcionamento, demandem consumo de energia elétrica.

Como realizar o cadastro? As famílias inscritas no Cadastro Único e que ainda não recebem o benefício da tarifa social, devem:

- Procurar uma de nossas agências e apresentar os documentos pessoais, NIS (Número de Inscrição Social) e a conta de energia para atualização do cadastro. A partir daí, o cliente fica apto a receber o desconto;

- A inscrição também pode ser feita pelo nosso Call Center através do número 0800 722 7272;

- Outra forma, é utilizar uma ferramenta online de pré-cadastro, desenvolvida pela Energisa, que pode ser acessada (computadores, tablets e smartphones) por meio do endereço eletrônico:http://tarifasocial.energisa.com.br;

Aqueles clientes que não atualizaram o cadastro junto ao Ministério de Desenvolvimento Social (MDS) e perderam o benefício, deverão atualizar primeiramente o cadastro junto ao CRAS do seu município e, posteriormente, procurar a concessionária de energia elétrica.

Veja Também

Terceira agência digital do País é inaugurada
Projeto proíbe exibição de animais silvestres em zoológicos, aquários e parques
Manutenção do Parque das Nações será feita com veículo elétrico
Prefeitura abre inscrições para desfile cívico de 26 de Agosto
Arraial do Banho de São João começa nesta quinta em Corumbá
Helicóptero da PM transporta peão a Santa Casa
Campo Grande receberá próxima etapa da Copa Truck
Após reportagem, indígenas de Dourados recebem cobertores
Governo divulga nota de pesar pela morte de ex-presidente da Agepen
Trânsito CCR MSVia prossegue com obras na BR-163/MS Em caso de chuvas, as obras serão suspensas