Campo Grande •21 de Novembro de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full Banner Governo - Refis

Da redação | Sexta, 18 de Agosto de 2017 - 14h15Empresários viajarão 2,2 mil km até portos do ChileViabilidade desta rota abrirá nova possibilidade para as exportações de MS

(Foto: Divulgação)

“A viabilidade desta rota abrirá uma nova possibilidade para as exportações de Mato Grosso do Sul e do Centro-Oeste rumo ao mercado asiático, possibilitando uma redução de 11 mil quilômetros de rota marítima com essa saída pelos portos do Chile”, explica o presidente do Sindicato das Empresas de Transporte Rodoviário de Cargas de MS (Setlog-MS), Cláudio Cavol, que também esteve à frente da I Expedição em setembro de 2013.

Quando o assunto é competitividade, esse ganho de tempo representa 6 dias a menos de viagem feitos atualmente pelo Oceano Atlântico, que leva em média 14 dias para cobrir cerca de 19 mil quilômetros até a Ásia.  “A RILA abrirá a possibilidade de incremento nas exportações do complexo soja, por exemplo,  das atuais 67 milhões de toneladas (2016) para 135 milhões, além de outros produtos brasileiros”, afirma Cavol.

As tratativas internacionais junto ao Paraguai, Argentina e Chile que farão parte desse trajeto estão em andamento. Segundo o secretário de Infraestrutura de Mato Grosso do Sul, Marcelo Miglioli, as obras do lado paraguaio já estão sendo licitadas . “Dos 550 quilômetros no Paraguai, que representa hoje o maior problema, tivemos a informação que o primeiro lote de 278 quilômetros já estão sendo licitados este mês e os 100 quilômetros dentro da Argentina, já estão em execução”, explica o secretário.  Já a ponte Bi-Nacional que ligará Porto Murtinho a Carmelo Peralta (PY) será feita com 50% de recursos brasileiros e 50% com recursos paraguaios e aguarda o aval do Congresso Nacional. A obra está orçada em R$ 116 milhões.

Para averiguar in locuo este trajedo, uma caravana formada por 30 picapes Amarok sairá de Campo Grande nas primeiras horas da manhã da sexta-feira (25) com 95 empresários e autoridades, entre elas o Governador Reinaldo Azambuja,  o Ministro de Carreira das Relações Exteriores,  coordenador geral de Assuntos Econômicos Latino-Americanos e Caribenhos, João Carlos Parkinson de Castro, os senadores Waldemir Moka, Simone Tebet e Pedro Chaves, além do embaixador do Chile, Jaime Gazmurie e o Ministro das Relações Exteriores do Paraguai,  Didier César Olmedo Adorno.

Após a saída de Campo Grande, a caravana cumprirá agenda oficial em Porto Murtinho (MS), Carmelo Peralta (PY), Pozo Hondo (PY), Jujuy (Arg),Iquiqui  (Chl), Antofogasta (Chl), Calama (Chl), Salta (Chl) e Assunção (Py), com retorno previsto para o dia 2 de setembro.

Veja Também
Anvisa aprova novo medicamento para tratar câncer de bexiga
Empresa garimpa talentos em comunidade negra na Capital
TSE lança canal no Twitter para tirar dúvidas do eleitor
Operação combate publicidade irregular em Três Lagoas
Investigação descarta febre amarela em macaco
Prazo para renovação do Fies é prorrogado para 30 de novembro
Audiência debate mobilidade da Av. Bandeirantes e Rua Brilhante
Recapeamento interdita trechos da Avenida Mato Grosso
Segunda, 20 de Novembro de 2017 - 11h20Prefeitura convoca clínicos e especialistas para reforçar atendimentos de urgência Edital de convocação nº 40/2017 foi publicado na edição desta segunda-feira (20)
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothNews
Rec banner - Patio central
DothShop
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento