Menu
24 de abril de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Mega Banner Governo do Estado - Gestão por Competência
Interior

Em Três Lagoas, CCZ inicia campanha de vacinação contra raiva

Equipe organizará ponto de vacinação em cada unidade de Saúde do município

26 Out2016Da redação17h54

A prefeitura de Três Lagoas, por meio da Secretaria Municipal de Saúde e através do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) informa que já teve início a Campanha de Vacinação contra a Raiva. A meta deste ano é imunizar 10 mil cães e dois mil gatos, sendo que foram disponibilizados para o município, 13 mil doses de vacinas antirrábicas.

O responsável pela unidade, o médico veterinário Christóvam Tabox Bazan, informou a estratégia de vacinação para 2016. “Informamos a todos que já estamos com a vacina disponível no CCZ, podendo trazer seu animal no período da manhã. Além disso, estamos organizando neste ano para oferecer a vacinação em cada unidade de Saúde, sendo uma semana em cada local, com o horário das 8h às 12h”, disse.

A principal recomendação feita pelo responsável do CCZ é que o dono do animal que tiver algum cão bravo de levar uma focinheira durante a vacinação. “Hoje sabemos que a cinomose é uma doença transmitida pela saliva e se não tiver a focinheira pode passar de um animal para o outro. Então quem tiver como levar sua própria focinheira é melhor”, disse.

Em relação aos gatos e por se tratar de um animal arisco, Bazan disse que o CCZ tem os próprios sacos para coloca-los durante a vacina, mas se o proprietário tiver  uma gaiola para levar o seu animal, também é aceito.

Raiva - A raiva é transmitida pela saliva infectada que entra no corpo por meio de uma mordida ou pele lesionada. “O vírus viaja da ferida até o cérebro, onde causa inchaço ou inflamação. Essa inflamação leva aos sintomas da doença”, explica Bazan.

Considerada incurável, a raiva tem na vacinação a sua única forma de prevenção eficiente nos animais, portanto, a raiva em cães não tem cura (tratamento) tendo como prevenção apenas a imunização, uma vez que o animal esteja infectado é feita a sua eutanásia.

Entre os principais sintomas da raiva canina estão a agressividade do animal, salivação excessiva (baba), paralisia e mudanças de comportamento, que podem fazer seu animal deixar de ser alegre e brincalhão para se tornar depressivo e retraído.

Os cães possuem fases da raiva, sendo que o comportamento do cão muda, se tornando mais arredio, desobediente, alimentando-se em menor quantidade que o habitual e ingerindo materiais incomuns como madeira, palha. 

Veja Também

Lei que dá desconto no IPTU a quem instalar câmeras é promulgada
Parque da Capital é fiscalizado após denúncia popular
Canditados já podem conferir se tiveram ou não isenção no Enem
Em Três Lagoas, artesãos serão cadastrados e receberão carteirinha
OAB-MS acionará CNJ contra obrigação de digitalizar processos
Vale Universidade Indígena convoca pré-habilitados para nova etapa
Governo premiará servidores que desenvolvem boas práticas no serviço público
Economia Parcelamento de dívidas de micro e pequenas empresas é regulamentado Valor da parcela mínima será de R$ 50,00 para o microempreendedor individual
Moringa pode purificar a água e ainda combater a desnutrição pelo mundo
Secretário fala de ações do Estado para reforçar a segurança na fronteira