Menu
20 de maio de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Mega banner Governo - Maio amerelo
Interior

Em Dourados, prefeitura investe R$ 6 milhões para asfaltar Monte Carlo

Para efetivar projeto, é necessária a adesão de 70% dos proprietários dos imóveis

7 Set2017Da redação12h12

Para garantir a realização de um sonho de vários anos, moradores do Jardim Monte Carlo aceitaram a proposta de execução de asfalto comunitário no bairro e a prefeitura, para permitir que essa obra se concretize, está investindo mais de R$ 6 milhões.

Esse sistema foi criado através da Lei Municipal 3470/2011, com o propósito de atender mais rapidamente os bairros sem pavimentação e onde os moradores se dispõem a contribuir financeiramente na implantação. Para que o projeto seja efetivado é necessária a adesão de 70% dos proprietários dos imóveis e o custo é parcelado em 36 vezes.

No Jardim Monte Carlo a adesão já ultrapassou o mínimo exigido e, com isso, possivelmente a partir da próxima semana tem início a execução da ultima etapa. A primeira foi concluída em fevereiro deste ano, com a pavimentação do quadrilátero formado pelas ruas Gerônimo de Mattos e Coronel José Marcondes e Projetada MC 02 e MC 10.

Toda a obra de drenagem foi executada com recursos do município, num total de R$ 3,6 milhões. Além disso, a prefeitura ainda está investindo mais R$ 2,6 milhões no asfaltamento ou seja, pagando pela obra à frente de imóveis que estão em sua responsabilidade, pela lateral nos terrenos de esquina e, ainda, por aqueles que não aderiram ao projeto.

Só na gestão da prefeita Délia Razuk foram investidos R$ 1,8 milhão, o que garantiu a finalização da primeira etapa e vai auxiliar na execução desta ultima etapa. De todo esse investimento, como relatou o secretário de Obras Públicas do município Tahan Sales Mustafá, apenas R$ 680 mil – dos que não aderiram – voltarão aos cofres públicos, como contribuição de melhorias.

Os moradores que assinaram o contrato aprovando o projeto comunitário terão um custo total de R$ 2 milhões e, cada um terá sua cota dividida em 36 vezes. Cada proprietário irá pagar apenas pelo asfalto que passa à frente de seu imóvel. No caso de avenidas, com suas pistas, parte é por conta da prefeitura.

Para a prefeita Délia a conclusão dessa obra vai transformar a vida dos moradores daquela região. Eles poderão investir na melhoria dos imóveis, como o calçamento; a propriedade certamente será mais valorizada e, ainda, as pessoas irão desfrutar de uma melhor qualidade de vida, se livrando definitivamente da lama e da poeira.

O asfalto comunitário já foi levado para várias regiões de Dourados, atendendo reivindicações das comunidades. Um dos últimos bairros a receber esse projeto foi a Chácaras Trevo, mas já beneficiou o Altos das Paineiras, Parque Alvorada, Vila Alba, Chácaras Flora, Jardim Aline, Jardim Murakami e a Rua Orestes D’Ávila, próximo ao condomínio Ecoville.

 

Veja Também

Rodovia que 'esfarelou' fica pronta em agosto
Simted suspende greve que iniciou na sexta-feira, dia 18
Dourados receberá Caravana da Saúde Indígena em junho
Campanha de Vacinação já imunizou 129 mil pessoas, diz prefeitura
Projeto estabelece o rastreamento precoce de doenças
Programa Universitário Cidadão tem início em Três Lagoas
Defesa Civil do Estado avalia impactos da cheia do Pantanal
Câmara conclui votação da regulamentação da profissão de físico
EUA acusam aliado de Maduro de narcotráfico e impõem sanções
Projeto endurece pena para homicídio contra população LGBT