Campo Grande • 08 de dezembro de 2016 • Ano 5
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto

Da redação | domingo, 23 de outubro de 2016 - 16h00Em Dourados, guardas municipais fazem curso de tiros com supervisão da PFGuarda Municipal de Dourados é autorizada a usar arma de fogo

(Foto: Divulgação)

Todo o efetivo da Guarda Municipal de Dourados, 110 agentes, está realizando desde o começo deste mês um curso de práticas de tiros, com objetivo de aperfeiçoamento. O curso é realizado praticamente quase todos os anos tendo em vista a necessidade de melhorar a segurança da população e dos próprios agentes.

O curso é de 100 horas de aulas teóricas e praticas, ministrado por um instrutor da própria Guarda Municipal, que é credenciado pela Polícia Federal. As aulas teóricas estão sendo ministradas na sede da GM e a prática, no Clube de Tiro, na BR-163, próximo ao Posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

De acordo com o comandante da Guarda Municipal, João Vicente Chencareck, todo o curso é supervisionado pela Polícia Federal. Ele lembra que a Guarda Municipal de Dourados é a única no Estado autorizada a usar arma de fogo e está enquadrada no Estatuto do Desarmamento desde 2010.

Para obter a garantia de usar arma de fogo, a Guarda precisa cumprir uma série de exigências: o guarda com porte tem que ser submetido a um teste de capacidade psicológica a cada dois anos por profissional credenciado pela PF, receber acompanhamento psicológico e apresentar relatórios ao comando da Guarda sempre que estiver envolvido em tiros em vias públicas, com ou sem vítimas, fazer curso anual de pelo menos 80 horas-aula e frequentar curso de técnica de tiro ministrado por profissionais credenciados.

De acordo com Chencareck, a Guarda Municipal de Dourados tem uma grande responsabilidade com a sociedade local e destacou a importância da integração entre os organismos de segurança.
“A Guarda de Dourados além da população, contribui inclusive com a Polícia Federal, atuando de forma preventiva. Nosso objetivo não é usar a arma para matar, mas para a defesa e proteção de vidas”, destaca.

Veja Também
Liberar aborto afronta Constituição, afirma professor
Mulher que dopava vítimas para roubar é indiciada
Na Capital, 370 cartinhas ainda aguardam padrinhos
Nova Lei de Migrações é aprovada pela Câmara Federal
Justiça Itinerante atende o Bairro Universitário nesta quinta-feira
Audiência debate futuro da infância e adolescência nesta sexta-feira
Enfermagem do Hospital Evangélico pode paralisar nesta sexta
Queda de avião de pequeno porte em Manaus deixa cinco mortos
Paciente que recebeu rim do irmão é liberado de hospital
Sai gabarito da segunda prova do Enem
square noticias uci
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
Rec banner - cirurgia.net
DothShop
DothNews
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2016 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento