Campo Grande •22 de Maio de 2017  • Ano 5
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Corrida de Outono patrocinadores

Agência Brasil | Quarta, 28 de Dezembro de 2016 - 15h27Eleitor tem até amanhã para justificar ausência no segundo turnoJustificativa será analisada por um juiz eleitoral, que pode acatar ou não a explicação dada pelo eleitor

(Foto: Divulgação)

Quem não votou no segundo turno das eleições municipais de 2016 tem até amanhã (29) para justificar a sua ausência junto à Justiça Eleitoral. Para tanto, o eleitor deve preencher o Requerimento de Justificativa Eleitoral (disponível na internet) e entregá-lo em qualquer cartório eleitoral, onde deve apresentar também um documento oficial original com foto, como carteira de identidade (RG), carteira de habilitação ou carteira de trabalho.

Devem ser anexados ainda documentos que comprovem o motivo da ausência, tais como atestado médico ou comprovante de viagem. A justificativa será analisada por um juiz eleitoral, que pode acatar ou não a explicação dada pelo eleitor.

O portador de título eleitoral que não justificar a ausência fica sujeito a diversas sanções, como não poder requerer passaporte ou carteira de identidade; receber salário de entidades públicas ou assistidas pelo governo; solicitar empréstimos em qualquer banco ou estabelecimento de crédito subsidiado pelo governo; inscrever-se em concursos públicos ou tomar posse de cargos públicos.

Caso não justifique a ausência, o eleitor poderá regularizar sua situação no futuro, por meio do pagamento de multa, que será estabelecida pelo juiz eleitoral de sua região e pode variar de R$ 1,05 a R$ 3,51. Dependendo da situação econômica do eleitor, a penalidade pode ser multiplicada e chegar a R$ 35,10.

O eleitor que não votar em três eleições consecutivas, não justificar sua ausência e não quitar a multa devida terá sua inscrição cancelada. A Justiça Eleitoral ressalta que cada turno é considerado uma eleição separada.

Quem se encontrava no exterior no segundo turno das eleições e possui domicílio eleitoral em algum município brasileiro pode encaminhar a justificativa por via postal, diretamente a seu respectivo cartório eleitoral. Nesse caso, o eleitor tem o direito de deixar para justificar a ausência somente após o retorno ao Brasil, no prazo de 30 dias.

Em alguns estados, é possível fazer a justificativa pela internet. São eles: Bahia, Ceará, Maranhão, Minas Gerais, Paraná, Pará, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina e São Paulo. Os links para o sistema online de justificação podem ser encontrados nos sites dos Tribunais Regionais Eleitorais de cada estado.

Veja Também
Cadeira de rodas ocuparão estacionamento para reivindicar direitos
Nova unidade de saúde atenderá cinco mil em seis bairros da Capital
Seleção de voluntários dos bombeiros será concluída nesta semana
Juiz tentará conciliação entre CCR MSVia e ANTT
Segunda, 22 de Maio de 2017 - 12h30Família sai para ir à Igreja e quando volta encontra casa arrombada De acordo com a vítima nenhum vizinho soube dar qualquer informação sobre a autoria do furto.
Caminhão tomba com 20 animais
Segunda, 22 de Maio de 2017 - 11h39CCR MSVia faz operação pare-e-siga na BR-163/MS Em caso de chuva as obras serão interrompidas
Comitê Estadual realiza oficina e vai entregar 500 RGs para indígenas em MS
IPVA 2017: prazo para pagamento da última parcela vence no dia 31 de maio
Segunda, 22 de Maio de 2017 - 07h36Capital terá temperaturas amenas Há grande possibilidade de chuvas no transcorrer de todo o dia
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothShop
Rec banner - cirurgia.net
DothNews
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento