Campo Grande •24 de Julho de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full banner - Rota das estações

Da Agência Brasil | Terça, 7 de Fevereiro de 2017 - 11h23Eduardo Cunha presta depoimento hoje à tarde em CuritibaDepoimento está marcado para as 15h

Deputado cassado está preso preventivamente desde o dia 19 de outubro
Deputado cassado está preso preventivamente desde o dia 19 de outubro (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O deputado cassado Eduardo Cunha será interrogado hoje (7), pela primeira vez, pelo juiz federal Sérgio Moro, no processo em que é réu na Operação Lava Jato. Cunha é acusado de receber propina no valor de R$ 5 milhões em contrato para a compra de um campo de petróleo pela Petrobras em Benin, na África, e de usar contas na Suíça para lavar o dinheiro. O depoimento está marcado para as 15h.

De acordo com o advogado de Cunha, Marlus Arns de Oliveira, apesar de ter o direito de ficar calado, o deputado cassado falará. “É um interrogatório em que ele não deve permanecer em silêncio. Ele vai responder às questões que serão formuladas. Temos trabalhado cotidianamente o preparo das resposta às acusações que lhe foram imputadas.”

O defensor afirma também que não há, por enquanto, previsão de delação premiada. “Não há nenhuma sinalização relativa à colaboração premiada. Não se tratou dessa questão entre cliente e advogados, tampouco se tratou dessa questão com o Ministério Público. Então, não há tratativa referente à colaboração premiada de Eduardo Cunha.”

O deputado cassado está preso preventivamente desde o dia 19 de outubro. De acordo com o Ministério Público Federal, a prisão preventiva se justifica porque há evidências de que Cunha tem contas no exterior que ainda não foram identificadas, o que poderia colocar em risco as investigações. Os procuradores também alegam que ele tem dupla nacionalidade – brasileira e italiana - e poderia fugir do país.

Cunha ficou na carceragem da Polícia Federal em Curitiba, mas em dezembro foi transferido para o Complexo Médico Penal, na região metropolitana da capital paranaense.

O processo contra ele foi aberto pelo Supremo Tribunal Federal, mas após a cassação do mandato, ele perdeu o foro privilegiado e a ação foi encaminhada a Sérgio Moro.

Após a prisão, a defesa de Cunha negou que ele tenha praticado qualquer conduta ilegal.

Veja Também
Inscrições para o Fies começam nesta terça-feira
Inscrições para o Fies começam nesta terça-feira
Incêndio em terreno baldio assusta população
Domingo, 23 de Julho de 2017 - 06h40Umidade do ar chega a 25° Temperatura varia entre 17° e 35° neste domingo
Sábado, 22 de Julho de 2017 - 18h00Leilão em benefício de vítimas da tragédia de Mariana arrecada cerca de R$ 8 mil Processo ocorreu de forma virtual e se encerrou ontem (20) às 19h
Sábado, 22 de Julho de 2017 - 16h39Cresce percentual de brasileiros que reconhecem que pagam impostos De acordo com a pesquisa, oito em cada dez pessoas atualmente reconhecem pagar impostos
Sábado, 22 de Julho de 2017 - 14h21Fundação de Cultura publica edital do Prêmio Guavira Edição Especial MS 40 anos É uma edição especial, em comemoração aos 40 anos da criação do Estado
Sábado, 22 de Julho de 2017 - 13h00Inscrições para bolsistas de Cultura, Esporte e Lazer começam 2ª-feira Serão concedidas até dez bolsas conforme disponibilidade financeira no valor de R$ 400
Governo licita ponte de 40 metros de comprimento na MS-450
Bonito aposta em calendário para aumentar fluxo turístico
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothNews
DothShop
Rec banner - Patio central
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento