Menu
16 de dezembro de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Mega Banner Pátio Central - Natal
Estadual

Dia da Prematuridade entra para o calendário de eventos de MS

Celebrado em 17 de novembro, Dia Estadual da Prematuridade existe há sete anos

6 Dez2017Da redação15h49

O governador Reinaldo Azambuja sancionou na segunda-feira (4.12) a Lei n° 5.102 que inclui o Dia Estadual da Prematuridade no Calendário Oficial de Eventos de Mato Grosso do Sul. Com o objetivo de promover e fortalecer campanhas de sensibilização para a causa, a norma, proposta pelo deputado estadual Paulo Siufi, foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quarta-feira (6.12).

Celebrado na data de 17 de novembro, o Dia Estadual da Prematuridade existe há sete anos em Mato Grosso do Sul – foi instituído por meio de lei em 2010. Mas, só agora, entrou no calendário de eventos. Conforme a justificativa aceita pelo Executivo Estadual, “a prematuridade é um grande problema de saúde pública no Brasil. Além do risco de morte para mãe e bebê, o nascimento de prematuro deixa marcas permanentes para as famílias, sendo a principal causadora de sequelas nos recém-nascidos”.

Prevenção às doenças ocupacionais - Outra legislação sancionada pelo governador Reinaldo Azambuja na segunda-feira e publicada hoje no DOE é a que cria a Semana Estadual de Prevenção às Doenças Ocupacionais na Rede Estadual de Ensino (Lei n° 5.103), proposta pelo deputado estadual Renato Câmara. Anualmente, a Semana será realizada entre os dias 9 e 15 de outubro – já inserida no Calendário Oficial de Eventos de MS.

De acordo com a norma,  a Semana tem como objetivos primordiais “a intensificação de medidas destinadas a informar e a esclarecer os professores e os profissionais da área de educação sobre o risco da manifestação de doenças decorrentes do exercício profissional; orientar sobre os métodos e as formas preventivas de combate aos referidos males; informar aos profissionais sobre a importância do diagnóstico precoce das doenças ocupacionais; e intensificar a orientação e a implantação de rotinas e práticas que atendam à prevenção das doenças ocupacionais”.

Veja Também

MP afirma que João de Deus já é considerado foragido
Confira cinco pontos que são levados em consideração na vistoria veicular
Três Lagoas cria setor especial para pacientes com suspeita de dengue
Indígenas obtêm registro civil com ajuda da Carreta da Justiça
Confira a escala dos postos de saúde para este sábado
Casamento comunitário espalha vida em igreja
Governo adquire scanners corporais para revistas em presídios
Décimo terceiro para servidores municipais estará disponível neste sábado
Lançado edital para PPP do tapa buracos na Capital
Praça dos Imigrantes promove concurso de presépio e cantata natalina