Menu
28 de maio de 2020 • Ano 9
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Covid-19

Detran-MS prorroga prazo de licenciamento que venceria em abril

A mudança do calendário faz parte das medidas tomadas com o fechamento do Detran-MS

3 Abr2020Da redação07h40

 Proprietários de veículos com placas final 1 e 2, que precisariam quitar seu licenciamento no mês de abril, conforme calendário publicado no início do ano pelo Governo do Estado, agora poderão arcar com o imposto no mês de maio. A mudança do calendário faz parte das medidas tomadas com o fechamento do Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul) a partir do dia 23 de março como forma de prevenir o contágio pelo novo coronavírus (Covid-19). A medida consta na Portaria de número 71, publicada no dia 23 do mês passado no Diário Oficial do Estado.

“Isso não impede que, aqueles que têm condições e queiram arcar com o licenciamento de modo a deixar as contas em dia, possa pagar seu licenciamento segundo o calendário. Para isso, dispomos da emissão de guias por meio do nosso site”, explica o diretor-presidente do Detran-MS, Rudel Trindade.

Com o Detran Digital, a inovação tecnológica permite que muitos dos atendimentos e necessidades sejam supridas por meio da internet. “Essa já era uma bandeira que assumimos no início e estamos trabalhando para que o cliente possa ser atendido cada vez mais pelos meios digitais, como forma de ganhar tempo e agora, em tempo de pandemia, como prevenção”, afirmou Trindade.

Veja Também

Planos de saúde incluirão mais 6 exames na lista obrigatória
Revogada portaria com punições a quem descumpria quarentena
Alunos da Reme terão aulas televisionadas
Plano de saúde é condenado por não fornecer medicamento a gestante
Confira escala médica nas UPAs e CRSs nesta quinta-feira
Procon descarta produtos vencidos em hipermercado da Capital
Estado cria página para transmissão das aulas em tempo real pela Internet
Sistema penitenciário de MS recebe viaturas do Depen
Microempreendedora tem auxílio negado
Mais de três mil condutores já imprimiram o CRLV em papel comum no MS