Campo Grande •18 de Outubro de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full Banner FM Cidade

Da redação | Terça, 13 de Junho de 2017 - 18h18Detentos de Paranaíba recebem certificados após capacitaçãoOito internos, do Estabelecimento Penal, concluíram curso de salgadeiro

(Foto: Divulgação)

Capacitação profissional de custodiados por meio de cursos técnicos tem sido um dos focos da Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen). Desta vez, oito internos do Estabelecimento Penal de Paranaíba (EPPar) concluíram o curso de Salgadeiro, pelo Programa Nacional de Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) Prisional.

Além da possibilidade de profissionalização, o detento tem a remição da pena como forma de motivá-lo a se capacitar. Na última sexta-feira (9.6), foi realizada a entrega dos certificados aos reeducandos da penitenciária de Paranaíba, totalizando 190 horas aulas e 15 dias de pena remidos. O curso foi ministrado em 2016 pelo Pronatec juntamente com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) de Aparecida do Taboado.

Segundo o diretor-presidente da Agepen, Aud de Oliveira Chaves, essa é uma das diversas parcerias que a instituição tem para oferecer a qualificação profissional aos custodiados, sendo uma ferramenta importante no processo de reinserção social. Conforme o dirigente, as áreas de capacitação oferecidas pelo Pronatec Prisional variam entre construção civil, beleza, costura, agricultura, culinária, entre outros.

Participaram do evento, o diretor da penitenciária de Paranaíba, André Aparecido França; o chefe do Setor de Trabalho, Fernando Queiroz; o administrador do estabelecimento penal, Moisés Queiroz; o chefe de Vigilância e Segurança, Vanderlei Cortez; o chefe de Disciplina, Álvaro Cássio; e o psicólogo da Unidade, André Luiz Custódio Violato.

Pronatec Prisional - Em 2013, as aulas do Programa Nacional de Ensino Técnico e Emprego foram expandidas para o sistema penitenciário brasileiro, com o lançamento do Pronatec Prisional, passando a ofertar vagas em cursos profissionalizantes para as pessoas presas em todos os regimes – fechado, semiaberto e aberto -, além de egressos do sistema prisional e pessoas em cumprimento de penas alternativas.

Desde que foi lançado, o Ministério da Educação já investiu mais de R$ 36 milhões no Pronatec Prisional. Em seu primeiro ano, foram matriculadas mais de 5 mil pessoas privadas de liberdade em cursos profissionalizantes por meio do programa. Em 2014, o número de matrículas saltou para mais de 20 mil vagas.

Veja Também
Quarta, 18 de Outubro de 2017 - 11h50Agetran interdita trânsito para obras de recapeamento Obra que faz parte do Complexo Mata do Jacinto Etapa D
CCJ reinicia hoje discussão sobre parecer que trata de denúncia contra Temer
Quarta, 18 de Outubro de 2017 - 10h30Ministério da Fazenda autoriza aumento das tarifas de serviços dos Correios Reajuste ocorre em duas parcelas
Quarta, 18 de Outubro de 2017 - 08h28Praça Ary Coelho recebe no sábado atividades visando à prevenção do câncer de mama Subsecretária de Políticas para Mulheres Carla Stephanini explica que evento leva aos munícipes informações de prevenção ao...
Incêndio no Parque das Várzeas do Rio Ivinhema já atingiu 18 mil hectares
Quarta, 18 de Outubro de 2017 - 07h54Ato em defesa do Sistema Único de Assistência Social acontece nesta quarta-feira Pela carta, valor orçamentário para 2018 deve respeitar o aprovado pelo Conselho Nacional de Assistência Social
Quarta, 18 de Outubro de 2017 - 07h18Capital poderá temperatura máxima de 36° Ocorrência de chuvas no período da tarde em todo o estado
Liminar garante atendimento de advogados no sistema penitenciário
Confira dicas para acabar com o ronco
Homem que matou em briga de bar é condenado a 8 anos de prisão
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothShop
Rec banner - Patio central
DothNews
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento