Menu
17 de outubro de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Saúde

Descubra alguns hábitos que interferem na saúde dos dentes

Fumar, não beber água e abusar de alimentos ácidos e doces estão entre eles

22 Set2019Da redação09h50

Um grande número de brasileiros cuidam bem de seus dentes. De acordo com o levantamento da ANS (Agência Nacional de Saúde), houve um aumento de 6,53% na adesão a alguma modalidade de plano odontológico em 2018. 

No entanto, ainda apresentamos números assustadores que engrossam uma triste estatística: 16 milhões de brasileiros não têm mais nenhum dente na boca, segundo a pesquisa “Percepções latino-americanas sobre perdas de dentes e autoconfiança”, realizada Edelman Insights.

Vale ressaltar que o problema afeta principalmente os idosos: 41,5% dos entrevistados acima dos 60 anos já havia perdido toda sua dentição.

Cuidados básicos com a higiene como a  escovação, o uso do fio dental, enxaguante bucal e visitas ao dentista (mesmo que periódicas) são fundamentais para preservar a saúde bucal e a integridade dos dentes.

Além disso, há uma série de maus hábitos que podem desencadear danos dentários. Mas a boa notícia é que você pode evitá-los e conservar seu sorriso ao longo dos anos. Confira!

Fumar - O tabagismo traz uma série de impactos negativos graves ao corpo humano e pode ser ainda mais perigoso para os dentes. As substâncias tóxicas dos cigarros amarelam os dentes e dificultam a irrigação sanguínea dos tecidos bucais, o que causa inflamações nas gengivas e danos sérios nos tecidos que garantem a firmeza dos dentes.

Não beber água - A saliva tem um importante papel na neutralização dos ácidos que atacam o esmalte dos dentes e arrancam sua camada de minerais, tornando-os mais sensíveis e desgastados. Ela também ajuda a dissolver restos de alimentos que propiciam a formação da placa bacteriana, principal causadora de doenças das gengivas.

É muito importante ingerir água regularmente, promovendo a hidratação do corpo e uma produção de saliva adequada para o equilíbrio do ambiente bucal.

Abusar de alimentos ácidos e doces - Os açúcares contidos nos alimentos e bebidas açucaradas potencializam a formação de ácidos que corroem o esmalte dentário, que funciona como uma camada protetora dos dentes. O mesmo acontece quando ingerimos gêneros alimentícios ácidos. O resultado são cáries e desgaste da estrutura dental, podendo afetar sua raiz e provocar sua perda total.

Quando não for possível evitar o consumo desses alimentos, fique atento e não deixe de escovar bem os dentes, principalmente antes de dormir.

Escovação errada- Muitas doenças bucais que afetam os dentes têm sua origem na placa bacteriana, como por exemplo a periodontite (inflamação severa das gengivas). Por isso, é importante escovar os dentes com movimentos assertivos e constantes, usando uma escova de cerdas macias e de cabeça pequena para alcançar até o fundo da boca.

O fio dental é indispensável para a remoção de restos menores de alimento que podem estar entre os dentes e a gengiva e que são fonte de alimentação das bactérias bucais. O mesmo ocorre na língua, que também precisa ser escovada e higienizada frequentemente.

Palitar os dentes - As cerdas duras dos palitos de madeira podem ser uma solução rápida para a remoção de restos de comida entre os dentes, mas seu uso traz uma série de danos desnecessários em longo prazo. Os palitos machucam as gengivas e podem causar sua retração, o que expõe gradativamente a raiz dos dentes e compromete sua estrutura.

Morder e mastigar coisas duras - Mastigar alimentos duros, como por exemplo, pedras de gelo, gera uma força excessiva na mordida e um grande impacto nos dentes. Isso gerando um estresse desnecessários estruturas musculares, além do risco de microfraturas ou perda de pedaços dos dentes.

O mesmo acontece quando se abrem embalagens com dentes, ao roer as unhas ou mastigar a ponta de lápis e canetas.

Apesar da facilidade que existe para adquirir um plano odontológico personalizado de acordo com as suas necessidades, evitar esses hábitos é fundamental para garantir a saúde da gengiva e dos dentes por mais tempo. Com algumas mudanças no dia a dia, aos poucos é possível adquirir novos hábitos e ter uma saúde bucal mais saudável.

Fonte: https://primeirahora.com.br/10-habitos-que-interferem-na-saude-dos-dentes-e-que-voce-nem-sabia/

Veja Também

Ação para o Dia Mundial da Alimentação promove exposição interativa no CEI
Fiscalização flagra trabalhadores rurais mantidos em condições degradantes
Resultado provisório da eleição para conselhos tutelares é suspenso
Kits da 9ª Corrida Noturna da Cassems serão entregues a partir de amanhã
Programa recolhe lixo eletrônico e material reciclável
Seleta realiza evento para arrecadar recursos para projetos
Equipe da Clínica da Mulher promove o Dia D de Prevenção no Outubro Rosa
Bancada federal de MS define onde aplicar emendas para 2020
Município terá R$ 90 milhões de emendas da bancada federal
Cemitérios dos distritos são preparados para o dia de finados