Menu
21 de abril de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Polêmica

Deputados de MS criticam ato feminista que desrespeitou Cristianismo

Assunto foi discutido durante sessão plenária na Assembleia Legislativa

14 Mar2017Da redação14h15

O deputado estadual Paulo Siufi (PMDB) demonstrou indignação ao comentar a encenação do aborto de Jesus Cristo, realizada em uma cidade da Argentina, país que faz fronteira com o Brasil, na quarta-feira passada (8/3). “Mulheres feministas desrespeitaram quem é cristão. Isso é lamentável, lastimável, é contra todos os princípios do Cristianismo. Respeito todas as religiões. Isso é inadmissível, fere a cidadania, o direito de ir e vir. Proponho a criação de uma Frente Parlamentar da Família aqui na Assembleia Legislativa para discutir estes assuntos”, completou Siufi.

Lídio Lopes (PEN) também lamentou a situação. “Exatamente no país de origem do Papa Francisco, atual líder da Igreja Católica Apostólica Romana, acontece um absurdo desses. Mas, graças a Deus, foi só uma encenação, pois Jesus Cristo nasceu de fato. Eu não sei o que estas mulheres pensam e pretendem, mas falo tudo isso com tristeza e peço que Deus tenha misericórdia delas”, considerou.

Já a deputada Antonieta Amorim (PMDB) achou constrangedor o fato ocorrido no país vizinho. “O que nos constrange é que isso não significa uma luta de gênero, eu acredito que as mulheres que tiveram essa atitude têm uma fraqueza de espírito e falta de humanidade, não é só um desrespeito à religião, mas asseguro que essa Casa de Leis e esse Estado têm mulheres de respeito, e o Cristianismo é respeitado em todo o Mato Grosso do Sul”, registrou.

(Com informações da assessoria de imprensa da ALMS)

Veja Também

ONU celebra suspensão de testes nucleares da Coreia do Norte
Mais de 1,4 mil travestis e transexuais pediram nome social no título
Obra de drenangem interdita trecho da Leão Neto na segunda-feira
Ponte de concreto para substituir a que caiu está 91% concluída
Confira os 12 erros mais cometidos na Declaração do IR
Tribunais e cartórios de MS serão inspecionados
Usando arte, evento alerta contra a cultura do estupro
Homem morre afogado após veículo cair em rio
Aposta feita em Brasília fatura mais de R$ 9 milhões na Mega-Sena
Fiocruz fabricará remédios contra HIV e hepatite C para ofertar no SUS