Menu
16 de outubro de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Especial 42 Anos

Correção histórica sobre a criação de MS aguarda sanção

Projeto torna o dia 11 de Outubro data da criação do Estado de MS e, não mais, da divisão de MT

11 Out2019Da redação07h35
Deputado João Henrique, autor do projeto de lei (Foto: Divulgação)
  • Deputado João Henrique, autor do projeto de lei (Foto: Divulgação)

Um projeto de lei aprovado, por unanimidade, na Assembleia Legislativa faz uma correção histórica e cultural em relação a Mato Grosso do Sul. A proposta trata da retomada da identidade do Estado, já que torna a comemoração do dia 11 de Outubro data da criação do Estado de Mato Grosso do Sul e, não mais, da divisão de Mato Grosso. A proposta aprovada na semana passada seguiu para o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e está aguardando sanção.

O projeto de lei em questão, sob o número 215/19,  é de autoria do deputado João Henrique (PL). “Quando o Estado  comemora 42 anos de criação, nada mais significativo do que aprovarmos um projeto que nada mais é do que uma correção histórica e cultural", argumenta o parlamentar.

O projeto aprovado modifica o anexo da Lei nº 3.945 de 4 agosto de 2010, que instituiu o calendário oficial de eventos no Estado, especificamente o quadro “Divisão do Estado de Mato Grosso”, passando a ser “Criação do Estado de Mato Grosso do Sul”. 

Esta alteração, segundo o deputado, só vem reforçar a lei nº10, que já havia sido sancionada em 29 de outubro de 1979, pelo ex-governador Marcelo Miranda Soares, que declarou feriado estadual o dia 11 de Outubro, “data consagrada à criação do Estado de Mato Grosso do Sul”, como citado no texto.

Segundo o deputado, é preciso criar elementos comuns, que valorizam o regional e o sentido de unidade, tais como os mitos, as memórias, os personagens, os símbolos, as artes, o teatro, os usos e costumes, a língua, a etnia, o território, as festas e as tradições comuns, bem como a nomenclatura correta da data mais importante para o nosso Estado, a data da sua criação e não divisão, como erroneamente é disseminada.

“Nós não temos um feriado próprio, no dizer das pessoas, porque a lei fez a criação do MS. Só que os eventos, o povo, a cultura, sempre divulgou a divisão, mas quem dividiu foi Mato Grosso. Na verdade, foi a criação de nosso Estado, bonito, importante, com riquezas culturais gigantescas”.

O deputado João Henrique revelou que enviará requerimento à Infraero, à Secretaria Estadual de Turismo, à Prefeitura, para que seja criado um espaço nos principais aeroportos do Estado, unificando e divulgando todos os produtos regionais, como o queijo o queijo Nicola do Pantanal, a linguiça de Maracaju, nosso tereré, entre tantos outros, além de informações turísticas e culturais.  

O projeto vai, agora, para sanção do govenador do Estado.

 

Veja Também