Menu
24 de abril de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
BR-163

Deputado questiona CCR sobre investimento do valor cobrado nos pedágios

'Há prejuízo e risco de morte com as obras paradas há dois anos da duplicação da BR-163'

16 Abr2019Da redação16h16

O deputado estadual Felipe Orro (PSDB) apresentou nesta manhã (16) requerimento que será encaminhado ao presidente da Concessionária CCR MSVia, Roberto de Barros Calixto, solicitando respostas sobre o contrato de concessão e os investimentos da empresa. “Há prejuízo e risco de morte com as obras paradas há dois anos da duplicação da BR-163. Perdemos mais de 110 vidas, fora os acidentados. A Assembleia Legislativa e a população sul-mato-grossense esperam que esse assunto seja esclarecido”, relatou.

Felipe Orro afirmou que durante os dois anos de suspensão da obra, a concessionária arrecadou com os pedágios instalados aproximadamente R$ 600 milhões. “A CCR MSVia suspendeu as obras de duplicação da BR-163 alegando necessidade do restabelecimento do equilíbrio econômico do contrato. Em que está sendo investido o valor do montante arrecadado com os pedágios nestes dois anos?”, questionou o parlamentar.

O requerimento também traz outras duas perguntas. “É necessário saber quais as intenções da CCR MSVia em relação ao cumprimento ou rompimento do contrato de concessão. Outro ponto em questão é quando as obras de duplicação da rodovia serão retomadas, se há uma previsão de data para reinício”, informou o deputado estadual Felipe Orro.

O deputado estadual Cabo Almi (PT) concordou com os esclarecimentos solicitados por Felipe Orro à CCR MSVia. “Já sabíamos na Legislatura passada que a concessionária CCR MSVia traria prejuízos. De fato, é o que está ocorrendo, já que poucos trechos foram duplicados. Algo deve ser feito ou continuaremos a pagar  pedágio à toa. Parabéns pelo requerimento”, felicitou Almi.

(Fonte: Assembleia Legislativa de MS)

Veja Também

Sri Lanka declara estado de emergência
Plataforma para combater violência doméstica é lançada na Câmara
Vale Universidade Indígena abre período de inscrição na próxima semana
Sanesul e Águas são convocadas para debater qualidade da água em MS
Fórum de diretores de Campo Grande acontece dia 29 de abril
Agehab notifica beneficiários por inadimplência e ocupação irregular
‘Cassems Itinerante’ leva atendimento especializado a cinco cidades
TRE-MS faz cadastramento biométrico em Aparecida do Taboado
Governo anula licitação para compra de kit escolar
Estoque de plaquetas está abaixo do limite