Menu
19 de junho de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Primeira do estado

Delegacia de crimes relacionados à atividade executiva de trânsito é inaugurada

Unidade é a primeira delegacia do Estado

29 Dez2016Da redação17h00

O secretário de Justiça e Segurança Pública, José Carlos Barbosa, e o diretor-presidente adjunto do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul (Detran/MS), Donizete Aparecido da Silva, inauguraram nesta quinta-feira (29), às 10h, a primeira Delegacia de Repressão aos Crimes Relacionados à Atividade Executiva de Trânsito (Deletran) do Estado. A unidade que será diretamente dependente ao Departamento de Polícia Especializada e integrada o DETRAN, que fica localizada na MS 080, KM 10.

A nova delegacia terá como função desenvolver as atividades de Polícia Judiciária, para apuração dos crimes relacionados à atividade executiva de trânsito: falsificação de documentos, fraudes na obtenção de Carteira Nacional de Habilitação (CNH), adulterações de documentos exigíveis pela legislação de trânsito, e adulteração de sinal identificador de veículos retidos pelo Detran/Sede. Até então, tais crimes eram apurados pelas delegacias especializadas de Repressão aos Crimes de Defraudações e Falsificações (DEDFAZ) e de Furtos e Roubos de Veículos (DEFURV).

Também caberá a unidade interagir com a Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e com outras instituições públicas e privadas ligadas ao trânsito, com objetivo de prevenir, de conscientizar a população e de reprimir os crimes relativos às atividades de política de trânsito desenvolvidas pelo órgão executivo. O decreto que cria na estrutura orgânica e operacional da Delegacia Geral da Polícia Civil, a DELETRAN, foi publicado no diário oficial dessa quinta-feira.

Veja Também

Internos concluem curso de Corte e Costura no interior
Governo Federal reconhece estado de emergência em 184 cidades
Ex-servidores do HU viram réus por desvio de dinheiro
Nova procuradora toma posse no MPT-MS
Mortos em acidente na BR são identificados
Falha em ônibus atingido por trem está sendo investigada
Projeto proíbe cobrança para religação de água e luz em caso de corte
TCU investigará se cobrança de bagagem barateou passagens aéreas
Ministério condena assédio de brasileiros a mulher na Rússia
Seminário discutirá correção monetária dos valores das modalidades licitatórias