Campo Grande •19 de Janeiro de 2018  • Ano 7
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full banner águas guariroba - campanha dezembro

Da Agêcia Brasil | Quarta, 17 de Maio de 2017 - 12h04Criação de empresas bate recorde em janeiro no paísSetor de serviços ainda é o mais procurado por quem quer empreender

No primeiro mês de 2017 foram criadas 194.199 empresas no país, o maior número para o período desde 2010. O resultado é 16,6% superior se comparado ao mesmo mês de 2016, quando 166.613 pessoas jurídicas foram abertas. Em relação a dezembro de 2016 (120.633), o aumento foi de 61%. Os dados divulgados hoje (17) são do Indicador Serasa Experian de Nascimento de Empresas.

“O empreendedorismo de necessidade segue pautando a criação de novas empresas no país. Com o desemprego elevado, pessoas que estão perdendo vagas no mercado de trabalho buscam novas fontes de renda através da abertura de novos negócios”, destacou, em nota, a Serasa.

O tipo de empresa com maior número de "nascimentos" em janeiro foi a microempresa individual (MEI), que totalizou 159.522 aberturas, um aumento de 16,2% sobre o mesmo mês de 2016. As sociedades limitadas registraram criação de 12.760 unidades (+8,6%). A criação de empresas individuais cresceu 21,7%, com um total de 12.916 novos negócios em 2017. A criação de empresas de outras naturezas teve alta de 29,5%, com 9.001 nascimentos em janeiro de 2017.

“A crescente formalização dos negócios no Brasil é responsável pelo aumento constante das MEIs, registrado desde o início da série histórica do indicador. Em sete anos, passaram de menos da metade dos novos empreendimentos (25,5%, em janeiro de 2010) para 82,1% no último levantamento”, informou a Serasa.

O setor de serviços ainda é o mais procurado por quem quer empreender: em janeiro de 2017, 124.340 novas empresas surgiram neste segmento, o equivalente a 64% do total. Em seguida, 53.580 empresas comerciais (27,6%). No setor industrial, foram abertas 15.837 empresas (8,2%).

Segundo a Serasa Experian, nos últimos sete anos, o crescimento na participação das empresas de serviços no total de empresas que nascem no país tem sido constante: passando de 53,2%, em janeiro de 2010, para 64%, em janeiro de 2017. Já a participação do setor comercial de empresas que surgem no país tem recuado: de 353%, em janeiro de 2010, para 27,6% em janeiro de 2017. A participação das novas empresas industriais se mantém estável.

Regiões  -  O Sudeste segue liderando o ranking de nascimento de empresas, com 98.804 novos negócios abertos em janeiro de 2017 ou 50,9% do total. A região Nordeste vem em segundo lugar, com 18,3% (35.560), seguida da região Sul (16,4%), Centro-Oeste (9,3%), Norte (5,2%) do total de empreendimentos inaugurados.

Veja Também
Concurso para escolha do prato típico termina nesta domingo
No dia do cabeleireiro, corte foi presente à população
Em Corumbá, uso do fumacê terá início em fevereiro
TRE realiza cadastro biométrico no prédio da FIEMS
Investigação sobre atropelamento em praia indica homicídio culposo
Tarifa de ônibus em Dourados sobe para R$ 3,30
No CCZ, 37 cães e 24 gatos estão à espera de um lar
MS teve último caso de febre amarela urbana em 1942, diz governo
Sexta, 19 de Janeiro de 2018 - 13h09Saiba onde CCR MSVia realiza obras e serviços a BR-163/MS Em caso de chuvas as obras poderão ser suspensas, retornando tão logo elas cessem
Congresso Brasileiro de Olericultura será em Bonito
Square notícias UCI 2018
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothNews
DothShop
Rec banner - Patio central
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2018 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento