Campo Grande •14 de Dezembro de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full banner ALMS - Materiais Campanha Gestão para Pessoas Sustentação

Da Agência Brasil | Sábado, 22 de Julho de 2017 - 10h32Cresce percentual de brasileiros que reconhecem que pagam impostosSegundo fator é o maior acesso da população a bens, como veículos e imóveis

Pesquisa nacional da Federação do Comércio do Estado do Rio de Janeiro (Fecomércio-RJ) e do Instituto Ipsos divulgada ontem (21) na capital fluminense revela que 79% dos brasileiros consultados reconhecem pagar impostos. Esse é o maior nível registrado na série histórica da sondagem, iniciada em 2007, quando o número atingiu 45%. De acordo com a pesquisa, oito em cada dez pessoas atualmente reconhecem pagar impostos.

A sondagem foi feita entre os dias 1º e 13 de maio, com amostra de 1.200 entrevistados no Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília, Salvador, Recife, Porto Alegre, Belo Horizonte, Florianópolis e em mais 64 municípios brasileiros.

O gerente de economia da Fecomércio-RJ, Christian Travassos, disse à Agência Brasil que a percepção é crescente no país quanto ao pagamento de impostos. “São dez anos de pesquisa e, a cada ano, a gente percebe uma consciência maior”. Ele destacou que dois fatores contribuem para isso. O primeiro é a informação. “O brasileiro passou a discutir temas como esses nas redes sociais. Hoje as pessoas estão mais bem informadas sobre o que impacta no seu dia a dia”.

O segundo fator é o maior acesso da população a bens, como veículos e imóveis. “Tem mais brasileiros hoje que pagam impostos como o IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano), IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) e Imposto de Renda”, disse o economista.

Nível econômico influencia - A pesquisa da Fecomércio-RJ/Ipsos mostra que, entre os que reconhecem o pagamento de impostos, 48% são homens e 52% mulheres. Do total consultado, 51% disseram ter ensino médio e superior, enquanto 44% têm ensino fundamental e 5% não têm instrução. A divisão por classe econômica indica que o maior percentual de brasileiros que reconhecem pagar impostos pertence às classes A e B (87%). O índice cai para 79% na classe C e para 69% nas classes D e E.

Travassos observou que quanto maior a informação e o nível de ensino e renda das pessoas, maior a probabilidade de pagar IPVA e Imposto de Renda. Ele lembrou que mesmo as pessoas sem instrução pagam impostos quando consomem produtos e serviços. “A consciência precisa avançar, sobretudo em relação aos impostos indiretos. Nesse ponto, a legislação que obriga a discriminação dos impostos na nota fiscal ajuda”.

Estímulo aumenta percepção -  Sessenta e seis por cento dos brasileiros entrevistados disseram estar conscientes do pagamento de tributos municipais, como IPTU e taxas de iluminação e lixo; 58% citaram os impostos sobre produtos e serviços e 37% os tributos estaduais, como IPVA. Os tributos federais, como Imposto de Renda, foram citados por 12%.

Traveassos disse que o brasileiro lembra do pagamento do imposto quando estimulado. Nesse caso, 96% reconhecem o pagamento de impostos na conta de energia; 95% identificam os tributos na  compra de alimentos. Há consciência também sobre o pagamento de impostos nos setores de telefonia (92%), vestuário (91%), higiene (89%), serviços pessoais (87%), serviços bancários (86%), produtos de saúde (86%), combustíveis (83%) e habitação (83%).

Veja Também
Procon Estadual autua agências bancárias no interior de MS
Quinta, 14 de Dezembro de 2017 - 13h02Obras e serviços da CCR MSVia geram pare-e-siga na BR-163/MS Obras poderão ser interrompidas em caso de chuvas
Quinta, 14 de Dezembro de 2017 - 12h41HU-UFGD integra projeto colaborativo para reduzir taxas de infecção em UTIs Assinatura da carta de intenção e treinamento das equipes aconteceram esta semana, em São Paulo
Quinta, 14 de Dezembro de 2017 - 12h24Emha suspende atendimento nesta sexta para capacitação de servidores Atendimento retorna, normalmente, na segunda-feira, 18 de dezembro
Sancionado projeto do vereador Lucas de Lima em favor da causa animal
Quinta, 14 de Dezembro de 2017 - 10h00Governo libera hoje abono salarial de 2016 para nascidos em dezembro Dinheiro está disponível nas agências da Caixa ou casas lotéricas de todo o país
Quinta, 14 de Dezembro de 2017 - 09h43Orçamento de 2018 é aprovado com previsão de gastos de R$ 3,57 trilhões Durante as discussões, parlamentares da oposição criticaram elementos do projeto
Governo disponibiliza autoatendimento para consulta de débitos, autenticidade da guia e mais
Em parceria com o Governo Federal, MS lança Plano Estadual de Cultura Exportadora
Mega-Sena acumula e prêmio pode chegar a R$ 39 milhões
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
Rec banner - Patio central
DothShop
DothNews
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento