Campo Grande •19 de Novembro de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full banner Governo - Governo Presente - Matrícula

Da redação | Sexta, 8 de Setembro de 2017 - 19h27Corumbá realiza ações em bairros com índice alto de infestação de AedesApesar do período seco, o índice está acima do desejado, 2,6% no município

(Foto: Renê Marcio Carneiro/Prefeitura de Corumbá)

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio do Centro de Controle de Vetores (CCV), emitiu o quinto Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa) de 2017. Apesar do período seco, o índice está acima do desejado, 2,6% no Município. O número é considerado situação de alerta de risco para possível epidemia de dengue no próximo verão, conforme o Ministério da Saúde. Por isso, o CCV está realizando ações de prevenção à dengue nos bairros com maiores índices de infestação.
 
O bairro Nova Corumbá está com índice de infestação predial (IIP) muito elevado, 9,17%, logo em seguida vem o Jardim dos Estados, com 6,8%. Os bairros Dom Bosco e Cristo Redentor apresentaram 5,71% e 5,56% respectivamente. O Popular Velha teve 4,88% no índice, enquanto o Popular Nova 4,26%. Nos três bairros com mais casos de infestação do Aedes aegypti, o maior problema está nos reservatórios em nível de solo e nos pequenos depósitos acumuladores de água, geralmente espalhados pelo quintal ou esquecidos dentro da própria casa. Apresentaram também infestação do mosquito os bairros Guatós (2,67%), Centro América (2,5%), Guarani (2,04%) e Aeroporto (1,05%).
 
Com o resultado, o Centro de Controle de Vetores estabeleceu cronograma de ações de prevenção à dengue. No dia 05 de setembro, foi realizada retirada de material no quarteirão onde foi encontrada larvas positivas e suas mediações no Nova Corumbá, com foco na lavagem de caixas d’água com hipoclorito. No Jardim dos Estados, a mesma ação aconteceu no dia 06 de setembro, com notificações de imóveis positivos para larvas do mosquito. Já no Dom Bosco, a ação acontecerá no dia 12, próxima terça-feira, das 07h às 11 horas. Nesses três bairros, palestras de educação em saúde sobre o alto índice de infestação entrou também na programação.
 
Ações para evitar proliferação do mosquito Aedes aegypti - O mosquito Aedes aegypti é o responsável pela proliferação não apenas da dengue, mas também da chikungunya, zika e febre amarela. Para evitar que o mosquito se prolifere, são necessários cuidados básicos dentro de casa e nas empresas, mesmo em período seco.
 
Garrafas que estejam em quintais devem ser guardadas de cabeça para baixo. Recipientes de alimentos já consumidos como potes de sorvete, margarina, requeijão, latas e garrafas de refrigerante, por exemplo, não podem ser jogados nos quintais, mas devem ser ensacados para o lixeiro levar. Baldes, piscinas, tonéis e caixas d’água devem ser bem tampados, no mínimo com telas. Os pratinhos de plantas devem ser preenchidos com terra e a água da chuva não pode ficar armazenada na laje da propriedade. As calhas dos canos devem ser constantemente limpas.

 

Veja Também
Marinha do Brasil e FAB auxiliam em buscas por submarino argentino
Prova do IFMS reúne mais de 3,4 mil candidatos em dez municípios
Militares da Capital ajudam em buscas por submarino
Restauração da entrada de Bonito vai receber ciclovia e R$ 9,6 milhões
Mega-Sena acumula e próximo sorteio deve pagar R$ 50 milhões
IFMS recebe R$ 1,2 milhão para desenvolvimento de softwares
Inscrições para praça de alimentação do 'Dourados Brilha' terminam amanhã
Prefeitura oferece cursos para servidores em parceria com Senai
Comissão analisa projeto que prevê ingresso gratuito em museus
Voo vai conectar MS a nove países a partir de dezembro
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
Rec banner - Patio central
DothNews
DothShop
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento