Menu
16 de agosto de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Mega Banner SEBRAE - Campanha Feira do Empreendedor
Interior

Corumbá inicia campanha de vacinação antirrábica

Meta é vacinar cerca de 18 mil cães e a média de 4 mil gatos na zona urbana

13 Jun2018Da redação16h55

Desde segunda-feira, 11 de junho, agentes da Saúde de Corumbá visitam domicílios com cães e gatos para vacinação contra raiva. A campanha está sendo realizada por meio da Secretaria Municipal de Saúde, através da Vigilância em Saúde e Centro de Controle de Zoonoses (CCZ). A pretensão é vacinar cerca de 18 mil cães e a média de 4 mil gatos na zona urbana. Como o vírus da raiva ainda está em circulação na cidade, o Município trabalha nessa campanha com perspectiva de realizar o serviço na zona rural.

A campanha conta com apoio de vinte militares do Exército e, para o sucesso da ação, a equipe do Centro de Controle de Zoonoses ofereceu, na sexta-feira, 08 de junho, capacitação para eles. O objetivo foi orientá-los com relação à conduta nas casas, o procedimento correto, a manipulação do material e conservação, abordagem da população, perfil do animal que pode ou não ser vacinado e como será feito o inquérito canino em alguns bairros. A capacitação também foi direcionada aos agentes de endemias (servidores do CCZ, do Centro de Controle de Vetores e da Vigilância Ambiental) da Secretaria Municipal de Saúde.

A vacinação vai começar pelo bairro Nova Corumbá, já que foi o primeiro da última campanha. Guatós, Cristo, Popular Velha, Universitário, Aeroporto, Popular Nova e Guarani são bairros em que serão realizados o inquérito canino. Esse inquérito é feito em determinadas áreas do município para coleta de sangue e diagnóstico de leishmaniose. “A gente faz o levantamento dos últimos três anos, como fizemos agora, pegamos os locais onde houve notificação humana de leishmaniose e vamos fazer o inquérito canino nessas áreas”, explicou Walkíria Arruda, veterinária chefe do CCZ. A previsão é que a campanha de vacinação seja realizada em 30 dias úteis.

Veja Também

Réu pega 18 anos, mas não vai pra cadeia
Projeto cria programa para reduzir amputações decorrentes de diabetes
‘Cassems Itinerante’ leva atendimento a quatro municípios no sábado
Estação Peg-Fácil da Rua 14 de Julho continua em funcionamento
Projeto autoriza MP a investigar abusos cometidos por policiais
TRF3 manda recadastrar e distribuir cestas a indígenas de MS
Balança inteligente traça perfil de saúde
Quase 90% das crianças está sem vacina
MP recomenda que Nova Alvorada implemente Projeto Família Acolhedora
Aplicativo avisa pais sobre falta dos alunos