Campo Grande •23 de Setembro de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
ALMS - Gestão para Pessoas

Da redação | Quarta, 23 de Agosto de 2017 - 13h53Corumbá, Coxim e Dourados recebem ‘Cassems Itinerante’ no sábadoPrograma foi criado para amenizar as dificuldades da população do interior

(Foto: Divulgação)

O programa de assistência à saúde Cassems Itinerante leva atendimento especializado até três municípios no próximo sábado (26). O programa foi criado com o objetivo de amenizar as dificuldades encontradas pela população do interior do Estado no acesso à medicina especializada e atua pontual, mas eficazmente, nos locais onde não há disponibilidade desses serviços na Rede Própria ou na Credenciada. Corumbá recebe atendimento com os psiquiatras Jackson Figueiredo e Danielly Palermo, com a geriatra Aline Eloisa e com a nutricionista Melissa de Andrade. A psiquiatra Karina Cestari e a endocrinologista Ana Xavier atendem em Coxim, já Dourados recebe atendimento com o psiquiatra Antônio de Carvalho e com a neurologista Tatiane Novais.

Criado em 2013, o programa de assistência à saúde “Cassems Itinerante” já levou atendimento especializado até Aquidauana, Coxim, Corumbá, Dourados, Jardim, Miranda, Naviraí e Três Lagoas. Só em 2016, o programa atendeu quase sete mil pessoas espalhadas pelo interior do Estado.

Para a diretora de Assistência à Saúde da Cassems, Maria Auxiliadora Budib, o sucesso do programa depende muito da parceria dos profissionais de saúde em aceitar o deslocamento para realizarem os atendimentos no interior. A diretora afirma ainda que antes de escolher as cidades que irão receber o programa, é feito um levantamento sobre a demanda de cada município.

“Nós criamos o cronograma do programa sempre baseado nas necessidades locais, analisando a viabilidade administrativa e também do profissional e, dessa forma, montamos o calendário que é divulgado com antecedência para os nossos beneficiários”, explica a diretora.

O neurocirurgião Eurico Feltrin é um dos médicos que atendem no “Cassems Itinerante” e, segundo ele, o programa é muito importante para a população do interior. “Vejo que a Cassems, com a realização do Cassems Itinerante, avança de forma pioneira para o interior do Estado, onde o profissional médico, especialista, está menos disponível. Esse assunto é muito discutido e pouco se avançou em todo o Brasil, por isso, penso que a Cassems desenvolve uma importante função social a que se destina, cuidando da vida de seus mais de 200 mil beneficiários nestes 15 anos”, pontua Feltrin.

Moradora de Corumbá, a beneficiária Mara Regina da Silva Santos destaca a importância do programa para a população do interior, que é a que mais sofre com a escassez de médicos. “Acho de suma importância a vinda de especialistas para o interior. O deslocamento para Campo Grande não é fácil por motivos de trabalho. Então, quando ele vem atender aqui na nossa cidade, fica mais fácil. Então, para mim, é um programa muito importante”, conta Mara.

A beneficiária Lenice de Lima e Silva, também de Corumbá, foi atendida pela primeira vez pelo programa e elogia a gama de especialistas que ele oferece. “É a primeira vez que sou atendida pelo programa e fiquei surpresa. Eu morava em Campo Grande e não precisava desse tipo de atendimento, ao me mudar para Corumbá ouvi falar do programa e procurei atendimento. Estava procurando um especialista que até em Campo Grande é difícil de encontrar e o encontrei aqui oferecendo atendimento. Achei uma iniciativa fantástica”, afirma Lenice.                                                                            
O presidente da Cassems, Ricardo Ayache, explica que a falta ou a má distribuição de médicos, que tem sido tema de debates nacionais, levaram a Caixa dos Servidores a criar o programa. “Nós sabemos o quanto sofremos com a ausência de profissionais em nossas regionais e hospitais. Começamos a criar um grupo de profissionais diferenciados, interessados em caminhar conosco neste atendimento itinerante e que, sobretudo, tenham a esperança de minimizar os problemas de atendimento no interior”, ressalta.

Veja Também
Projeto facilita retirada de conteúdos da internet que induzam ao suicídio
Corumbá vai substituir nove mil lâmpadas comuns por LED
Parceria combate discriminação por orientação sexual
Nova espécie de aranha é descoberta em MS
Aviões militares dos Estados Unidos voam perto da Coreia do Norte
MPE investigará denúncia de corrupção na Câmara de Ivinhema
Prova para revalidar diploma de medicina obtido em outros países será amanhã
Governo promove palestra de prevenção ao suicídio para servidores
Três Lagoas implanta super antivírus para proteger dados
MPF denuncia seis pessoas por falsificação de documentos
Square Noticias UCDB
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothNews
DothShop
Rec banner - Patio central
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento