Campo Grande •18 de Fevereiro de 2018  • Ano 7
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full Banner Águas Guariroba - Campanha Águas Faz Mais

Mariel Coelho, em colaboração ao Diário Digital | Sexta, 9 de Setembro de 2016 - 18h30Trabalhadores dos Correios rejeitam proposta e votam pelo indicativo de greveEmpresa ofereceu reajuste de 6,74% e diminuição dos benefícios

A próxima assembleia acontecerá no dia 14, no sindicato da construção civil, na rua Maracaju.
A próxima assembleia acontecerá no dia 14, no sindicato da construção civil, na rua Maracaju. (Foto: Divulgação)

Os trabalhadores da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) de Mato Grosso Sul, se reuniram nesta quinta-feira, dia 8, onde rejeitaram a proposta de empresa de reajuste salarial de 6,74% e diminuição dos benefícios. E decidiram pelo indicativo de greve a partir do dia 14.

O diretor do Sintect-MS, Wilton dos Santos Lopes, falou sobre os principais assuntos tratados na reunião. Que foi o aumento de salário, benefícios de vale-alimentação, auxílio-creche e também o vale-cultura. Wilton ressaltou que se a empresa afirma não ter recursos, mas que aumenta o salário do presidente, e cria cargos com altos salários no Postal Saúde e tem gastos enormes com patrocínios.

Já Elaine Oliveira, presidente do Sintect-MS, defendeu a rejeição da proposta e o indicativo de greve afirmando que está sendo unânime a rejeição da proposta nos estados. “Ainda teremos alguma negociação até o dia 14. Mas se continuar com essa proposta a greve vai acontecer em nível nacional. ”

A próxima assembleia será realizada no dia 14, no sindicato da construção civil, na rua Maracaju.

Veja Também
Com pista duplicada, obra da rotatória de acesso ao Outlet entra em fase final
Em MS, representantes de 10 países vão planejar Wildfire 2019
Preconceito e desinformação dificultam combate ao alcoolismo
Previsão é de chuva para este domingo
Sábado, 17 de Fevereiro de 2018 - 16h37Mãe que está presa com bebê consegue HC Justiça concede habeas corpus a mulher que deu a luz logo após prisão
Sindicalistas protestam contra reforma previdenciária
MS pode receber venezuelanos
MS não teve casos de febre amarela
Prefeitura entrega obra de escola que estava parada
Hora de atrasar o relógio
Square notícia uci
Vídeos
Diário Digital no Facebook
DothShop
Rec banner - Patio central
DothNews
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2018 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento