Menu
21 de setembro de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Economia

Energia mais cara em agosto

Esta é a primeira vez de vigência da bandeira vermelha neste ano, situação que deve perdurar durante todo o período de estiagem

1 Ago2019Da redação10h05


A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anunciou na última sexta (26) que a bandeira tarifária para o mês de agosto será Vermelha Patamar 1, com custo de R$ 4,00 a cada 100 kWh (quilowatts-hora) consumidos. 

De acordo com o informe, agosto é um mês típico da estação seca nas principais bacias hidrográficas do Sistema Interligado Nacional (SIN). A previsão hidrológica para o mês sinaliza vazões abaixo da média histórica e tendência de redução dos níveis dos principais reservatórios. Por isso, o cenário requer o aumento da geração termelétrica, o que influenciou o aumento do preço da energia e dos custos relacionados ao risco hidrológico em patamares condizentes com o da Bandeira Vermelha 1.”
Algumas dicas para economizar energia para amenizar as consequências da bandeira vermelha fornecidas pela Celpe são as seguintes:

* Adquirir aparelhos elétricos eficientes  - a dica é utilizar aparelhos mais novos e com selo PROCEL de eficiência energética. Na hora de usar, estudar o manual para maximizar o uso e minimizar o gasto.
*Desligar o computador caso ele não seja utilizado no período de uma hora - o monitor pode ser desligado sempre que o usuário se ausentar do ambiente. Se as pausas entre os usos forem longas, por mais de uma hora, por exemplo, o ideal é desligar tudo. Laptops costumam ser mais econômicos.
* Cuidados com o carregador - não deixe o carregador de celular na tomada sozinho ou depois que o aparelho estiver completamente carregado. Além de evitar acidentes domésticos, evita o consumo excessivo de energia elétrica.
*Aproveitar a luz natural - evitar acender luzes em ambientes já naturalmente iluminados. Dar preferência a lugares com janelas amplas e paredes claras.
*Evitar utilizar a função stand-by dos aparelhos -  não há necessidade de continuar consumindo energia se o aparelho não estiver sendo utilizado. Da mesma forma, retirar o eletrodoméstico da tomada quando não estiver em uso.

*Escolher lâmpadas LED - a economia de longo prazo compensa os custos iniciais porque elas duram mais. 
* Utilizar a função “timer” das TVs - esta função ou a “sleep”, presente na maioria dos modelos, permite programar o aparelho para que ele desligue sozinho.
* Regular a temperatura do ar condicionado - deixar o aparelho em uma temperatura estável refresca e ajuda a reduzir o valor das contas. Uma dica é regular o termostato para uma temperatura confortável, entre 23 e 25 graus. 
 
 

Veja Também

Unidade do Fort Atacadista comemora aniversário com ofertas
Em prol do Dia da Árvore loja distribui mudas em Dourados
Polícia Militar Ambiental resgata gambá de incêndio na Capital
Campanha Setembro Verde une áreas da saúde e das artes no MARCO
Loja de Campo Grande realiza desfile em prol das onças pintadas
Capital tem chuva rápida em várias regiões
Deputado Eduardo Rocha solicita melhorias na BR-262
Influenciadores são entrevistados na Rede MS
Capital recebe melhor conceito em turismo
Secretaria de Saúde divulgada horário de funcionamento de unidades vinculadas