Menu
18 de julho de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Super Banner Campo Grande Expo
Em MS

Conheça os vencedores da 1ª edição do Festival da Canção da Uems

Grupo integrou membros da Casa da Cultura Uems, do curso de Letras da instituição e, também, de acadêmicos da UFGD

23 Ago2017Da redação09h10

A 1ª edição do Festival da Canção da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (Uems), ocorrida na sexta-feira (15.8) no Teatro Municipal de Dourados, movimentou o cenário cultural da cidade com apresentações de composições inéditas que passaram pelo crivo e avaliação de banca de avaliadores de peso, dentre os quais, o poeta e crítico literário Luiz Carlos Verzoni Nejar, membro da Academia Brasileira de Letras (ABL).

Grande ganhadora do Festival, a canção “Joana”, em ritmo de MPB, do grupo formado por Céllia Fernanda Pietramale, Mirian Suzuki, Gustavo Pereira dos Antos e Willian Grando arrancou aplausos do público e elogios dos avaliadores. O grupo integrou membros da Casa da Cultura Uems, do curso de Letras da instituição e, também, de acadêmicos da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD).

De acordo com a vocalista e compositora, a canção fala sobre “as mulheres que se doam a vida inteira e não olham para si mesmas, deixando o tempo passar. E quando percebem o tempo já se esvaiu pelas mãos, pelas águas. É um alerta, para nós mulheres sermos menos Joana, nas questões se doar muito aos outros e muitas vezes não sermos reconhecidas”, ressaltou Céllia, que também é docente do curso de Letras da Uems.

Em segundo e terceiro lugar ficaram, respectivamente, o grupo formado por técnicos da Uems, na vibe do rock alternativo, com a música “Humano Inflável”, e o grupo do curso de Engenharia Física da Uems, que cantaram o rap “Terra Vermelha”.

O Festival é uma iniciativa pioneira da Universidade e foi organizado pela Associação dos Docentes da Uems (Aduems), com apoio do Sindicato dos Técnicos (Sintauems) e do Diretório Central de Estudantes (DCE) da Instituição, sob coordenação da professora Lourdes Lago Stefanelo, diretora cultural da Aduems.

“O festival foi um sucesso e foi idealizado com o objetivo de incentivar a cultura local. Os grupos selecionados para apresentação tiveram uma preparação digna de elogios pela dedicação, criatividade e entrosamento entre pessoas de vários cursos, de vários segmentos universitários”, informou Lourdes.

As letras das músicas inscritas no Festival, inéditas, foram pré-selecionadas, aprovadas e julgadas pelos membros da banca julgadora, formada por Luiz Carlos Verzoni Nejar, membro da Academia Brasileira de Letras; Evandro Higa, coordenador do curso de Música da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS); e o professor Silvio Lobo Filho, diretor executivo da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte).

“Quando há um certo encolhimento do setor cultural, num momento como este, pelo qual passamos em nosso país, é muito importante verificarmos um crescer criativo da arte por meio de iniciativas como a do Festival da Canção da Uems. As composições aqui apresentadas valorizam essa terra, a região de Dourados e, nesse sentido, as composições são inspiradoras e legítimas, uma vez que a terra é o canto mais forte existe”, disse Nejar.

Segundo a coordenadora do evento, todas as canções selecionadas respeitaram os requisitos do regulamento estabelecido pela coordenação do projeto. Além da letra, melodia e a expressividade das canções foram avaliadas pela Comissão Julgadora a performance dos artistas que se apresentaram.

O evento contou com a participação da banda da 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada (4ª Bda C Mec) do Exército que executou apresentações com músicas variadas na abertura do Festival. 

Veja Também