Campo Grande •23 de Novembro de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full banner Governo - Governo Presente - Matrícula

Agência Câmara | Quinta, 5 de Janeiro de 2017 - 18h00Comissão aprova saque do FGTS por mulher vítima de violênciaRelatora alterou a proposta para que o saque fosse garantido não por regulamentação do Poder Executivo, mas por decisão judicial

(Foto: Reprodução/Internet)

A Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher aprovou proposta que permite a mulheres vítimas de violência doméstica sacar o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) para o custeio de despesas relativas ao seu sustento imediato e à segurança pessoal e de seus filhos.

O texto aprovado é um substitutivo da deputada Maria Helena (PSB-RR) ao Projeto de Lei 5304/16, do deputado Ronaldo Martins (PRB-CE). A relatora alterou a proposta para que o saque fosse garantido não por regulamentação do Poder Executivo, mas por decisão judicial.

Segundo Maria Helena, a Lei Maria da Penha (11.340/06) já estabelece medidas de assistência à mulher em situação de violência doméstica e familiar, como o acesso prioritário à remoção quando servidora pública ou a manutenção de vínculo trabalhista se precisar se afastar do local de trabalho. “Nada mais justo que o saque dos recursos no FGTS seja também incluído nessas medidas emergenciais”, disse a deputada.

De acordo com dados da Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres, mais de 85% dos casos registrados nos últimos anos estão relacionados com violência doméstica e familiar, com graves consequências para a saúde física e mental.

O FGTS tem o objetivo de garantir ao trabalhador socorro financeiro em situações adversas. Hoje, o saque é autorizado nos casos de aposentadoria, financiamento habitacional, desastres naturais e câncer, entre outros.

Tramitação -  O projeto ainda será analisado de forma conclusiva pelas comissões de Trabalho, de Administração e Serviço Público; de Finanças e Tributação (inclusive quanto ao mérito); e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Veja Também
No 1º Júri da história de Figueirão, réu é condenado por homicídio
Anatel registra queda nas reclamações contra empresas de telecomunicação
Inscrições para residência médica do HU-UFGD encerram-se sexta-feira
Submarino desaparecido está em fase
Carreta da Justiça realiza 1º Júri da história da comarca de Figueirão
Parada LGBT será realizada neste sábado na Capital
Quarta, 22 de Novembro de 2017 - 12h54Atenção motoristas: BR-163/MS passa por obras da CCR MSVia Em caso de chuva, as obras poderão ser interrompidas
Mega-Sena acumulada pode pagar prêmio de R$ 50 milhões nesta quarta
Programa Saúde do Homem e da Mulher Rural do Senar chega a Figueirão
Governo rescinde contrato com empresa que iniciou Aquário do Pantanal
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothShop
Rec banner - Patio central
DothNews
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento