Campo Grande •22 de Setembro de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full banner Rota das Estações - Primavera

Da redação | Domingo, 2 de Julho de 2017 - 14h00Com a chegada do Inverno e estiagem, Bombeiros alertam para prevenção a queimadasAlém da poluição ambiental, ele destaca os malefícios para a saúde da população

(Foto: Divulgação)

Com a chegada do Inverno começa o período crítico de queimadas em Mato Grosso do Sul e o Corpo de Bombeiros Militar alerta para os cuidados que a população deve ter para evitar que práticas corriqueiras acabem se transformando em incêndios.

Até as autorizações de queima controlada são canceladas nesse período e quem insistir na prática comete crime ambiental, explicou o chefe do Centro de Proteção Ambiental do Corpo de Bombeiros Militar de MS (CBMMS), tenente-coronel Waldemir Moreira Júnior.

Segundo ele, recorrer à queimada como forma de limpeza é comum tanto na zona rural quanto na área urbana. No caso da agricultura, a prática é feita mediante licença e com todos os cuidados necessários, inclusive porque o risco de incêndio representa prejuízo para os produtores. Mesmo assim, no período de estiagem ela fica expressamente proibida. “Porque mesmo a queimada controlada pode se tornar um grande incêndio florestal”, explica.

Já no caso da área urbana, o problema fica por conta do hábito cultural de limpar terrenos baldios e atear fogo ou até juntar folhas no quintal para queimar. “Parece inofensivo, mas todo mundo fazendo isso na cidade aquilo vai se acumulando no ambiente e fica aquele clima seco e com muita fumaça que só vai começar a se dissipar quando começar a chover em outubro”, detalhou o chefe do Centro de Proteção Ambiental do Corpo de Bombeiros Militar

Além da poluição ambiental, ele destaca os malefícios para a saúde da população, como o aumento na incidência de problemas respiratórios. Isso porque as massas de ar seco impedem que a fumaça seja dissipada.

Seja qualquer a causa ou motivação, a pessoa que praticar a queima nesse período do ano poderá ser enquadrada por crime ambiental, tanto com base em legislações federais quanto em regulamentos estaduais e municipais. Proprietários de terrenos vazios têm a obrigação de mantê-los limpos sendo vedado o uso de queimadas para limpeza. “Justamente como forma de prevenção para não sair do controle”, enfatizou.

Prevenção

Entre as recomendações para evitar incêndios no período crítico do ano estão: não colocar fogo sob hipótese nenhuma; criar aceiros nos terrenos, com limpeza da vegetação num espaço de 1,5 metros ao redor para evitar que incêndios vizinhos consigam se propagar; recolher as folhas secas em sacos de lixo; e não jogar bitucas de cigarro em locais onde há vegetação que possa servir de combustível.

Veja Também
Trump pagará muito caro por ameaças, diz líder norte-coreano
Primavera será quente, mas trará chuvas ao Estado
Centenas são atendidas em comemoração ao Dia do Marca-passo
Óleo de cozinha usado pode ser deixado em mercados
Conselho recorre de decisão que libera psicólogos a oferecer reorientação sexual
Agências bancárias na Capital são autuadas por demora em fila
Lei proíbe uso de capacete em locais abertos ao público
Sexta, 22 de Setembro de 2017 - 12h06CCR MSVia destaca operações pare-e-siga na BR-163/MS Em caso de chuvas as obras poderão ser suspensas, retornando tão logo elas cessem
Sexta, 22 de Setembro de 2017 - 11h24Prefeitura abre processo seletivo simplificado para serviços em cemitérios públicos Inscrições começam na próxima segunda-feira (25.09)
Decreto presidencial prorroga concessões de usinas hidrelétricas
Square Noticias UCDB
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothShop
DothNews
Rec banner - Patio central
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento