Menu
2 de junho de 2020 • Ano 9
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Cine Anache

Cinema histórico de Corumbá será vendido

Justiça determinou pregão para vender prédio que está abandonado e com vários processos judiciais

27 Mar2020Da Redação10h20

Com processos judiciais que tramitam há cerca de 20 anos, o Cine Anache, em Corumbá será colocado à venda. Mesmo com plantão extraordinário, o Judiciário entendeu imprescindível o impulsionamento das ações  relacionadas ao histórico Cine Anache.

De acordo com o juiz Maurício Cleber Miglioranzi Santos, da 1ª Vara Cível, as condições de abandono do edifício têm representado riscos à população, sendo sua venda a única alternativa viável. “A venda permitirá que o interessado em investir no espaço destinado ao cinema e suas sobrelojas, situado em região central da cidade, recupere a estrutura. Assim, a alienação está condicionada à adoção de medidas emergenciais em 30 dias, sob pena de ineficácia da aquisição e multa de 20%”, explicou o juiz.

 O ato está agendado para ser realizado no dia 29 de maio e, caso persistam as restrições à circulação, será permitida a apresentação de propostas por e-mail. O prédio do Cine Anache está interditado desde 2011 pela justiça. A situação do edifício é objeto de processos de inventário, relativos ao prédio. 

O Cine Anache foi criado pela família Farjalla Anache e, dentre os diversos cinemas que existiam em Corumbá no Século XX, foi orgulho dos corumbaenses por possuir som estéreo e ar-condicionado, inovações para sua época. O Cine Anache foi inaugurado com a exibição do filme Pantera Cor de Rosa, sucesso em bilheteria no mundo todo.

Localizado na Rua Delamare, entre as ruas 15 de Novembro e 7 de Setembro, o cinema viveu sua fase áurea exibindo os mais famosos filmes da cinematografia mundial, além de ter sido palco também de shows inesquecíveis. O local sofreu sua primeira reforma em meados da década de 90. Paralisou suas atividades e foi reinaugurado em 2000, inclusive com o show do cantor Belchior, encerrando suas atividades em definitivo em 2002.

 

Veja Também