Campo Grande •21 de Agosto de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full Banner FM Cidade

Da redação | Sexta, 11 de Agosto de 2017 - 12h19Centro Cultural recebe exposições que aborda os indígenas e a naturezaExposição estará aberta à visitação de terça a sábado até o dia 23 de agosto

(Foto: Divulgação)

O Centro Cultural José Octávio Guizzo, unidade da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS), recebe na quarta-feira (16), às 19 horas, as exposições “Caduvéos” da artista Andrea Luz na Galeria Wega Nery e “Natureza em Xilogravura” da artista Clara Rahe na sala Ignês Corrêa da Costa, ambas exposições tem curadoria do artista plástico Jonir Figueiredo através do Mbayarte – Núcleo de Produções Artísticas de Mato Grosso do Sul. A abertura das exposições contará com a apresentação da cantora e compositora Lenilde Ramos.

A exposição “Caduvéos” da artista visual e arquiteta Andrea Luz é fruto de muita pesquisa sobre os nativos brasileiros e domina a técnica com pastel seco e oleoso, tendo os caduvéos como seu foco principal. As crianças ou curumins, como que surgissem de um sonho imaginário, onde a iconografia, grafismos e tatuagens faciais destacam-se, enaltecendo a importância dessa nação guaicuru, os primeiros habitantes de Mato Grosso do Sul.

“Nos 40 anos de divisão do Mato Grosso, Andrea Luz deixa fluir a sua curiosidade e pesquisa com talento e dedicação. Demonstra que só o artista tem a visão reveladora e ampla da nossa cultura regional-universal”, explica o curador Jonir Figueiredo.

Já a exposição da artista Clara Rahe “Natureza em Xilogravura”, aborda uma das mais tradicionais técnicas da gravura. A artista entre outras técnicas das artes visuais tem um apreço pela xilogravura. Fez aulas com diversos mestres, entre eles destacam: Vânia Pereira (in memoriam) de Mato Grosso do Sul, mestra de diversas técnicas de gravura; José Lima (in memoriam) do Rio de Janeiro. Foi por alguns anos discípula de outra grande artista-mestra Ignês Corrêa da Costa (in memoriam) de quem assimilou técnicas do desenho, cores e formas.

“Nesta mostra Clara Rahe, nos brinda com dez xilogravuras do seu acervo bastante vasto. Dando-nos uma aula de criatividade e amor a arte”, relata Figueiredo.

As exposições da Galeria Wega Nery têm a proposta de divulgar a produção artística contemporânea, dando visibilidade para artistas iniciantes ou consagrados, que desenvolvam trabalhos em harmonia com as linguagens atuais da arte.

A exposição estará aberta à visitação de terça a sábado até o dia 23 de agosto. Mais informações podem ser obtidas no Centro Cultural José Octávio Guizzo, na rua 26 de Agosto, 453, entre a Calógeras e a 14 de Julho ou pelo telefone 3317-1795.

Veja Também
Morre aos 91 anos o comediante Jerry Lewis
Evento sobre reprodução, produção e nutrição animal está com inscrições abertas
Domingo, 20 de Agosto de 2017 - 15h43Temer e presidente do Paraguai vão discutir segurança na fronteira e Mercosul Temer e Cartes vão avaliar os resultados das recentes operações conjuntas de combate ao crime organizado
Complexo Aquático do Parque Tarsila do Amaral é reinaugurado
Governo destina R$ 1,6 milhão para construção de pontes em Maracaju
Prefeitura recupera antiga fonte de água em Três Lagoas
Em Três Lagoas, escola municipal realiza Projeto Caça Talentos
Prazo para agendar nova perícia do auxílio-doença termina na segunda
Criada comenda 'Asa Branca' que homenageia o povo nordestino
Projeto 'Mãos EmPENHAdas' é lançado em Nova Andradina
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
Rec banner - Patio central
DothNews
DothShop
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento