Campo Grande •17 de Dezembro de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full Banner SEGOV - Governo Presente 3 DETRAN/DESAFINADOS

Da redação | Quinta, 10 de Agosto de 2017 - 15h39Ceinf cria parque com brinquedos que exploram sentidos os alunosBatizado de Parque Sensorial, objetivo é intensificar e impulsionar desenvolvimento motor e cognitivo

(Foto: Divulgação)

Brinquedos musicais colados no muro, teclados de computador, CDs pendurados e até um circuito de trânsito organizados em um espaço externo, logo na entrada do Ceinf (Centro de Educação Infantil) Serradinho, despertam a curiosidade das crianças e até dos adultos, que não resistem e pedem para conhecer de perto a ideia da professora e psicopedagoga Gisele de Araújo.

À primeira vista, a reunião de materiais tão diferentes em um mesmo local parece não fazer muito sentido, porém basta uma observação mais detalhada para ver que tudo foi pensado e disposto de forma a explorar a visão, audição, tato e até o paladar e o olfato, já que o espaço é próximo a árvores frutíferas.

Batizado de Parque Sensorial, a proposta da professora é intensificar e impulsionar o desenvolvimento motor e cognitivo das crianças, que tem à disposição pneus colados no chão com diversas texturas dispostas na parte superior e tronco de árvores, onde os pequenos podem desenvolver o tato, arcos com fitas coloridas e uma cortina de CDs, que refletem a luz do sol no chão, aguçando a percepção visual e painéis com instrumentos musicais, garrafas e utensílio de cozinhas para despertar a audição.

O espaço é fruto da união entre professores e comunidade, que se uniram para providenciar os materiais e executar o projeto, que atende a proposta pedagógica elaborada pela Secretaria Municipal de Educação.

Gisele explica que o Parque Sensorial foi planejado a partir de um estudo pedagógico e que vai além de explorar os sentidos. Um exemplo é o muro onde foram fixados diversos teclados de computador que possibilitam o contato com as letras do alfabeto ao mesmo tempo em que os alunos podem tatear o material e as teclas.

“É possível trabalhar todas as disciplinas, como matemática, língua portuguesa e até a socialização e regras, já que os alunos precisam aguardar o amigo terminar de brincar com alguns objetos para utilizá-los”, disse.

Como a área externa do Ceinf é grande, ainda foi possível elaborar um espaço com chuveiros, uma casinha de bonecas, onde acontece a contação de histórias e uma parede com azulejos, onde os pequenos soltam a imaginação desenhando.
“A proposta é criar alternativas para a aprendizagem de uma forma lúdica e divertida desenvolvendo assim as habilidades e percebendo como usar seus sentidos de forma completa, experimente um pouco de tudo”, afirmou Gisele.

No parque, as crianças tem contato com diferentes materiais que ajudam os professores a trabalhar as habilidades motoras, lateralidade, interação e medidas de decisões.

Para a diretora do Ceinf, Cilce de Moraes, o projeto foi importante também para aproximar os pais da rotina das crianças. “Sempre buscamos em nossos projetos trazer a família para a escola. É importante explicar como passamos os conceitos para os alunos”, ressaltou.

Veja Também
Projeto quer dar mais transparência à fila de espera do SUS
Totem de Natal despenca em cima de carro no Centro
Feira Central da Capital coleta histórias de frequentadores
Fim da neutralidade nos EUA pode ter impactos na internet no Brasil
Projeto telecolaborativo que aproxima Brasil e Canadá é desenvolvido na Uems
Novo voo internacional é opção até 40% mais barata para MS
Contribuintes têm mais dois dias para pagar dívidas
Confira escala médica da rede pública para este domingo
Acumulada, Mega-Sena pode pagar mais de R$ 43 milhões na terça-feira
Previsão de pancadas de chuva na tarde deste domingo
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
Rec banner - Patio central
DothNews
DothShop
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento