Menu
21 de outubro de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Mega Banner CCR-MS Via
Trânsito

CCR MSVia retoma pare-e-siga na BR-163/MS

Obras poderão ser interrompidas em caso de chuvas

6 Dez2017Da redação11h40

A CCR MSVia retoma as operações pare-e-siga nesta quarta-feira (06/12). A Concessionária informa ainda que em outros trechos, implanta desvios no tráfego em razão da realização de obras e serviços de melhoria em locais da rodovia.

O Serviço de Atendimento ao Usuário – SAU alerta que o respeito à sinalização de obras é muito importante, porque essas intervenções podem provocar pontos de lentidão e eventuais retenções de tráfego, o que sempre exige mais cuidado.

Ponto com desvios de tráfego:

Rio Verde de Mato Grosso – no km 706;

Jaraguari – no km 533;

Dourados – entre os kms 269 e 268;

Pontos com pare-e-siga:

Rio Verde de Mato Grosso – no km 688;

Sidrolândia/Nova Alvorada do Sul – entre os kms 410 e 408;

Nova Alvorada do Sul – no km 375;

Douradina – entre os kms 302 e 301;

Caarapó – no km 190;

Itaquiraí – entre os kms 74 e 71;

Mundo Novo – entre os kms 30 e 28 e no km 14.

Todos os locais estão sinalizados. As obras poderão ser interrompidas em caso de chuvas.

A CCR MSVia alerta que o cronograma de obras e serviços é dinâmico, ou seja, outros pontos de intervenção com pare-e-siga ou desvio de tráfego podem ocorrer ao longo do dia. Acompanhe a evolução da situação de tráfego da BR-163/MS por meio do site www.msvia.com.br em tempo real, ou ligue para o Disque CCR MSVia pelo 0800 648 0163 (ligações gratuitas, inclusive para celulares).

Veja Também

Ação pela Paz terá serviços gratuitos na praça Belmar Fidalgo
Três Lagoas promete maior rigor contra descarte irregular de lixo
UFMS faz campanha divertida pela preservação de livros
Samu de Dourados alerta para ‘fake news’ sobre emprego
Corumbá oferece 150 exames de mamografia para livre demanda até dia 31
UFGD repudia símbolo nazista em cartaz da universidade
Alunos da Reme premiados em concurso de educação ambiental
Cartilha do Jovem Cinsumidor ganha 2ª edição
Anvisa aprova novos tratamentos contra o câncer
Estudo relaciona 12% das mortes por câncer de mama ao sedentarismo