Menu
25 de abril de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Mega Banner Governo do Estado - Gestão por Competência
Educação

Castigo em escola estadual vira alvo de sindicância

Secretaria de Educação diz que não estimula qualquer tipo de castigo a estudantes

17 Mai2017Da redação15h00

A Secretaria de Estado de Educação (SED) vai instaurar um processo de sindicância para apurar a suposta aplicação de castigo a estudantes da Escola Estadual Hércules Maymone, em Campo Grande. Por terem chegado atrasados, cerca de 30 alunos foram trancados na biblioteca onde teriam ficado por mais de quatro horas. O caso foi denunciado à Polícia Civil que investigará o ocorrido.

Os estudantes alegaram que durante o período na biblioteca não puderam tomar água, se alimentar ou ir ao banheiro já que estavam trancados. O castigo teria sido aplicado no dia 10 de maio, no período da tarde. A SED não esclareceu se já tem certeza ou não da versão apresentada pelos alunos.

A secretaria informou que a Coordenadoria de Gestão Escolar (Coges) está acompanhando a denúncia e encaminhou técnicos da Secretaria à escola para os devidos levantamentos e esclarecimentos. Na ocasião, foram ouvidos o diretor, a diretora-adjunta e alguns estudantes acompanhados dos pais.

Em nota, a SED informa que não estimula ou indica qualquer tipo de “castigo”. “As medidas tomadas nas escolas da Rede Estadual de Ensino de Mato Grosso do Sul devem estar em conformidade com o Regimento Interno e com o Projeto Político Pedagógico de cada unidade escolar. A SED vai instaurar um processo de sindicância para apurar os fatos e tomar as medidas necessárias”, diz a nota.

Já na Polícia Civil, a informação é de que o caso, em princípio, está sendo tratado como “submeter criança ou adolescente sob sua autoridade, guarda ou vigilância a vexame ou a constrangimento.”

Veja Também

MS tem quatro mortes confirmadas por gripe
Projeto
Cães idosos receberão atendimento em shopping
Rotatória receberá sinalização e semáforos
Projeto de Lei assegura Libras em salas de cinema da Capital
Anvisa proibe uso e venda de lentes de contato coloridas no Brasil
Fazendeiro é multado após desmatar 10 hectares e matas do cerrado
Batalhão de Operações Especiais tem novo comandante
MT convoca aposentados e pensionistas de MS da época da divisão
Corrupção é culpada por drama de paciente na Capital