Menu
24 de fevereiro de 2020 • Ano 9
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Prevenção

Contra gravidez precoce, ação da Cassems mira família

Orientação familiar será alicerce principal da campanha 'Gravidez não é brincadeira' da Caixa de Assistência

13 Fev2020Evelyn Thamaris, especial para o Diário Digital18h26
(Foto: Marco Miatelo)
  • Diretora de Assistência à Saúde da Cassems, médica ginecologista e obstetra, Maria Auxiliadora Budib
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • Equipe médica integrou abertura da campanha (Foto: Marco Miatelo)
  • Diretora de Assistência à Saúde da Cassems, médica ginecologista e obstetra, Maria Auxiliadora Budib(Foto: Marco Miatelo)
  • Presidente da Cassems Ricardo Ayache (Foto: Marco Miatelo)
  • Médico pediatra Dr. Alberto Cubel Brull Junior e  ginecologista e obstetra, Maria Auxiliadora Budib (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)

A Cassems, entidade responsável pelo atendimento médico de servidores públicos estaduais e dependentes, lançou a campanha de prevenção “Gravidez não é brincadeira” contra a gestação na adolescência. A ação foi detalhada em entrevista à imprensa nesta quinta-feira, 13 de Fevereiro, em Campo Grande.

A campanha terá como base a orientação da família de adolescentes com foco na informação, levando a quebra de tabus quando se fala em sexualidade. O objetivo é transformar a vida de adolescentes, proporcionando conscientização e autonomia aos jovens.

A diretora de Assistência à Saúde da Cassems, médica ginecologista e obstetra, Maria Auxiliadora Budib, ressalta que não existe classe para gestação na adolescência. Uma série de fatores acarretam esta condição precoce. “Buscar saber em que ambientes estes adolescentes estão inseridos, identificar dilemas e problemas pelos quais eles enfrentam é um bom começo para uma abordagem eficiente”, complementa a ginecologista.

Paternidade adolescente também foi abordada, tema este tido como um muro de silêncio. O programa disponibilizará a seus associados um médico urologista que orientará sobre sexualidade e sexo seguro, desmistificando também as questões que envolvam os adolescentes do sexo masculino.

O presidente da Cassems Ricardo Ayache, salienta que o conhecimento e a informação são as principais ferramentas para se abordar este tema.

A Cassems disponibilizará a partir de maio o programa assistencial de atenção integral a saúde do adolescente, o “Pode Crê”, onde os beneficiários poderão ter acesso rápido a médico ginecologista, pediatra, urologista, nutricionista, psicólogo e até profissionais de educação física.

Rodas de conversa estão sendo utilizadas como forma de aproximação aos jovens o “Papo Reto”, onde tendo acesso a profissionais da saúde, como médicos e psicólogos, os beneficiários podem conversar sobre vivências do período, como sexualidade, saúde mental e física.  

A campanha é uma parceria da Cassems com a Sociedade Sul-Mato-Grossense de Ginecologia e Obstetrícia (Sogomat-SUL) e Associação Brasileira de Obstetrícia e Ginecologia da Infância e Adolescência (Sogia-BR).

Veja Também

Decoração chama a atenção durante a festa de Carnaval em Três Lagoas
Condenado por homicídio deve cumprir mais de 9 anos de reclusão
Confira escala médica nas UPAs e CRSs nesta segunda-feira
Após feriado, Refis segue com superdescontos para empresários
Homem é flagrado pescando na Piracema com petrechos proibidos
Seletiva definirá duplas para representar MS no Circuito Brasileiro Sub-17 de Vôlei de Praia
Alerta de temporais em todo estado
Folia 2020 Carnaval de Corumbá ao vivo agora; assista Equipe da TV MS Record acompanha ao vivo a folia mais animada do interior de MS
Mega-Sena acumula pela 16ª vez e prêmio vai para R$ 200 milhões
Nível do rio Aquidauana sobe e Defesa Civil está em alerta