Menu
31 de maio de 2020 • Ano 9
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Saúde

Casa da Saúde em novo endereço

Ministro da Saúde afirma que escolha do bairro Cabreúva foi estratégica

18 Out2019Brenda Leite21h40
(Foto: Marco Miatelo)
  • Em 2019 Casa da Saúde fez distribuiu 7,5 milhões de unidades de medicamentos
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)
  • (Foto: Marco Miatelo)

No novo endereço, a  Casa da Saúde Carlos Alberto Jurgielewicz foi inaugurada nesta sexta-feira (18) com a presença do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, e do governador  Reinaldo Azambuja. O ato de entrega do novo prédio teve ainda a  liberação de recursos para o fortalecimento da Atenção Primária e Hospitalar em  Mato Grosso do Sul. 

A Casa da Saúde que atendia na avenida Afonso Pena está agora localizada na rua Onze de Outubro, número 220, no bairro Cabreúva, onde funcionava a Escola Estadual Riachuelo. A mudança é um investimento para tornar mais ágil e melhorar o atendimento das pessoas que precisam da instituição gerida pela Secretaria Estadual de Saúde. 

Durante o seu discurso, o ministro ressaltou o motivo da escolha do imóvel. “Nesta região e  nos bairros das proximidades, está concentrada  a maior parte dos idosos de Campo Grande. Com o novo prédio o acesso a esse público será mais facilitado. Ao deixar de ser uma escola, foram solicitadas várias demandas para serem transferidas para o local. Mas em  uma análise e diante de dados levantados, a melhor opção foi a área da saúde. Temos a certeza de que o novo local será muito bem utilizado ”,  afirma Luis Henrique Mandetta. O titular da pasta federal da saúde enfatizou que que há 12 milhões de medicamentos no estoque da nova Casa da Saúde.

O ministro ainda ressaltou que o investimento no sistema de Saúde é um dos maiores desafios, entretanto, a gestão tem trabalhado para que aconteça uma mudança neste aspecto. Ele ainda destaca a parceria com o governo estadual.  “Estamos reestruturando a Saúde no Estado, ofertando recursos não apenas na Capital, mas também em todo o interior'', declara.

Segundo o governador, de janeiro a setembro de 2019 foram feitos 180 mil atendimentos na Casa da Saúde. Segundo Reinaldo Azambuja, a distribuição chegou a 7,5 milhões de unidades de medicamentos. “Esta nova unidade trará conforto para a população que precisa destes serviços. Já são 60 mil pacientes cadastrados na unidade, ou seja, um número significativo de cidadãos que contam com esse nosso desempenho para melhoria da saúde”, pontuou.

Homenagem - A nova Casa da Saúde é em homenagem ao médico, já falecido, Carlos Alberto Jurgielewicz, que atuou em Campo Grande. A esposa, os filhos, amigos e colegas de profissão do homenageado participaram da inauguração.

Interior – Durante o dia o  ministro também cumpriu agenda em Dourados onde anunciou aumento para R$ 10,3 milhões mensais do teto da saúde em média e alta complexidade para 34 municípios da região, de um total de R$ 26,7 milhões direcionados ao sul do Estado, que ainda comportam R$ 6,5 milhões para equipamentos em 29 cidades e recursos para a saúde indígena em Antônio João.

Capital - Para Campo Grande foi confirmada a  liberação de recursos para equipamentos e a reestruturação das UPAs. Ao todo, serão 38 computadores em um aporte de R$ 860,2 mil. Os equipamentos permitirão um melhor acompanhamento por parte dos médicos dos pacientes nas unidades de urgência e emergência.

 

Veja Também

Em MS, 1% das ações trabalhistas está relacionada à pandemia
Guedes diz que país mantém determinação de 'furar ondas da crise'
Estudante será indenizado por não receber todas as aulas de curso online
Prefeitura de Dourados dá andamento a obras do projeto Lote Urbanizado
Ministério da Saúde prorroga campanha de vacinação contra gripe
Junho Verde terá ações de comemoração ao meio ambiente
Alunas da UEMS criam robô que ajuda na prevenção do coronavírus
Com ajuda do JBS, PAM de Dourados terá leitos ampliados
Ação solidária leva kits de higiene a comunidade carente
Unidades promovem ações em alusão ao Dia Mundial sem Tabaco