Campo Grande •21 de Outubro de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full banner Rota das Estações - Primavera

Agência Brasil | Quarta, 26 de Julho de 2017 - 16h39Carteira de motorista eletrônica valerá a partir de 2018Versão eletrônica poderá ser acessada por meio de um aplicativo em smartphones

(Foto: Divulgação)

A partir de fevereiro, entrará em vigor a versão eletrônica da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). A carteira virtual terá o mesmo valor do documento impresso. A diferença é que a versão eletrônica poderá ser acessada por meio de um aplicativo em smartphones. A proposta, do Ministério das Cidades, foi aprovada ontem (25) em reunião do Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

“Teremos condições de atender a todos os condutores. Não tenho como informar ainda o valor investido, porque estamos na fase de desenvolvimento. Primeiro, foi a regulamentação, agora vamos passar para o desenvolvimento“, informou o diretor do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), Elmer Coelho Vicenzi.

Com a novidade, os agentes de trânsito também utilizarão o aplicativo na conferência dos dados. Os motoristas apresentação a carteira na versão eletrônica por meio da leitura do QRCode, um código de barras bidimensional que contém as informações e pode ser escaneado.

Vicenzi assegura que as falsificações e os acessos desautorizados serão coibidos. Ele informa que o algoritmo da certificação funciona somente no sistema Lince, do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro).

A carteira impressa continuará valendo e sendo emitida normalmente. 

Passo a passo - Para solicitar a carteira de habilitação eletrônica, o motorista deverá se cadastrar no Portal de Serviços do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). Será enviado um link para o e-mail informado no cadastro, pedindo que o usuário faça login pelo celular do qual acessará o aplicativo. No primeiro acesso, o interessado deverá criar um Número de Identificação Pessoal (PIN), para armazenar os dados com segurança. É necessário que o motorista memorize essa senha, que será pedida em todos os futuros acessos.

Depois dessa etapa, a autenticidade do documento é validada pelos departamentos de trânsito (Detrans) de cada estado, por meio de uma assinatura com certificado digital. Com isso, a CNH é exportada para o celular. Caso o usuário precise bloquear o aparelho, para impedir a exposição de seus dados, ele deve fazer a solicitação também pelo portal.

Veja Também
Homens e mulheres promovem ato simbólico contra o câncer de mama
Donald Trump vai retirar sigilo de arquivos sobre assassinato de Kennedy
Detran adere a aplicativo e garante desconto de 40% no pagamento de multas
Dois mil veículos apreendidos podem ser leiloados
Percepção de pouco risco de doenças faz jovens não se protegerem durante o sexo
JBS retoma produção de carne bovina em sete frigoríficos em Mato Grosso do Sul
Inscrições para o Pronatec se encerram neste domingo 22
Sábado, 21 de Outubro de 2017 - 10h50Universidade leva serviços gratuitos ao bairro Colibri Será oferecida orientação sobre câncer e autoexames, cortes de cabelo entre outros
Prefeitura e Universidade oferecem aulão de redação com especialista
Sábado, 21 de Outubro de 2017 - 07h59STF revoga liminares que suspendiam homologação de terra indígena em Paranhos Decisão representa um passo adiante na demarcação de terras indígenas
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothShop
Rec banner - Patio central
DothNews
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento