Menu
22 de maio de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Mega banner ALMS - AUDIÊNCIA PÚBLICA
Festival América do Sul Pantanal

Carlinhos Brown se apresenta pela primeira vez em Mato Grosso do Sul

Carlinhos Brown é consagrado nacional e mundialmente por sua criatividade

25 Out2016Da redação08h37

Um dos artistas brasileiros mais consagrado mundialmente, não somente por seus méritos artísticos, mas também pelo trabalho social que desenvolve com jovens de comunidades carentes, Carlinhos Brown vem ao Mato Grosso Grosso do Sul pela primeira vez. Com um grande aparato tecnológico, Brown apresentará o novo show de sua turnê Antonio Carlos Brown – Um popular brasileiro, no 13º Festival América do Sul Pantanal.

Carlinhos Brown, consagrado nacional e mundialmente por sua criatividade, vai reunir no repertório que desembarcará no Festival América do Sul músicas do primeiro álbum, Alfagamabetizado, do premiado Tribalistas e grandes sucessos gravados ao longo desses 20 anos, além de novas canções do seu recém-lançado Artefireaccua – Incinerando o Inferno.

A ideia original do espetáculo parte de um resgate artístico e emocional do artista. Percorre suas atitudes, gestos, memórias, referências, visões da Bahia, Brasil e do mundo: uma verdadeira viagem em torno da história de Brown.

E história é o que não falta, a começar pelo nome artístico de Antônio Carlos Santos de Freitas, uma homenagem a James Brown, ícone do Funk e da Soul Music e ativista dos direitos civis. Brown, o brasileiro, foi iniciado na música por meio de Osvaldo Alves da Silva, o Mestre Pintado do Bongô. Seus primeiros instrumentos, que marcariam toda a carreira e estilo musical, foram os de percussão, com aprendizado e desenvolvimento das células rítmicas provenientes dos terreiros de candomblé.

Em 1979, tocou na banda de rock Mar Revolto, em sua primeira gravação profissional. Carlinhos tornou-se um dos instrumentistas mais requisitados da Bahia nos anos 80. Em 1984 tocou na banda Acordes Verdes, de Luiz Caldas. Sua canção “Visão de Cíclope”, em parceria com Caldas e Jeferson, tornou-se um dos sucessos mais tocados nas estações de rádio de Salvador. Foi um dos criadores do samba-reggae e em 1989 fez parte da banda de Caetano Veloso no disco Estrangeiro. Nesta participação, sua composição “Meia Lua Inteira” fez muito sucesso no Brasil e no exterior.

Na década de 1990 projetou-se nacional e internacionalmente como líder do grupo Timbalada. Este grupo reuniu mais de cem percussionistas e cantores, chamados de “timbaleiros”, a maioria jovens pobres do bairro do Candeal, onde nasceu o compositor.

Após o sucesso da Timbalada, começou carreira solo oficial em 1996, com o lançamento de Alfagamabetizado. O álbum entrou para a lista do livro “1001 discos para ouvir antes de morrer”, que reúne opiniões de noventa críticos reconhecidos internacionalmente. Desde então outros 19 discos foram gravados, parcerias com os mais reconhecidos artistas brasileiros e muito balanço.

O show que Carlinhos Brown apresentará em Corumbá tem concepção geral e direção de Paulo Borges. Mais uma vez juntos, eles demonstram intimidade de alma ao apresentarem um trabalho impactante, inovador, sempre emocionante, com cenários especiais, um desenho de luz primoroso, utilizando toda estrutura tecnológica disponível.

Carlinhos Brown participará da mesa-redonda O futuro das crianças e jovens da América do Sul, no dia 12, às 11h e às 22h30 fará o show na Praça Generoso Ponce, em Corumbá.

Veja Também

Índios de Dourados recebem equipamentos para a agricultura
Denatran suspende pagamento de multas com cartão de crédito ou débito
Projeto estabelece isenção de carência em planos de saúde
MPF denuncia sete por fraude em licitação no aeroporo da Capital
Procon recolhe produtos vencidos e abre processo contra rede de mercados
Pedidos de aposentadoria por telefone e internet
Trânsito CCR MSVia destaca operações pare-e-siga na BR-163/MS Em caso de chuvas, as obras serão suspensas
Nacional Mais 21 serviços no INSS poderão ser agendados pela internet Agendamento vai começar a partir de quinta-feira, 24 de maio
Taxa de inscrição no Enem deve ser paga até quarta-feira
Greve compromete escoamento da safra