Menu
25 de abril de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Mega Banner Governo do Estado - Gestão por Competência
Poluição Sonora

Candidato a vereador terá que pagar R$ 5 mil por poluição sonora

Poderá responder por crime ambiental de poluição sonora, a pena prevista é de um a quatro anos de reclusão

25 Set2016Da redação, (Com informações da PMA)07h47

Policiais Militares Ambientais foram acionados hoje (24) pela manhã pelo 6º Batalhão de Polícia Militar de Corumbá, em virtude de atendimento de denúncias de poluição sonora, à rua Frei Mariano com a rua Delamare, onde um candidato a vereador fazia campanha perturbando a vizinhança, com uso de diversas caixas de som.

Os policiais do 6º Batalhão e da PMA utilizando decibelímetro mediram a pressão de som no local, que registrou 85 decibéis, em local onde a permissão legal é de apenas 55 decibéis. As caixas, potências, uma mesa de som e microfones foram apreendidos.

O infrator, residente em Corumbá, foi encaminhado à Delegacia de Polícia Federal de Corumbá. Ele poderá responder por crime ambiental de poluição sonora. A pena prevista é de um a quatro anos de reclusão. Além disso, poderá perderá os aparelhos, que passam a ser material de crime.

O infrator também foi autuado administrativamente e multado pela PMA em R$ 5.000,00, por poluição sonora.

Veja Também

MS tem quatro mortes confirmadas por gripe
Projeto
Cães idosos receberão atendimento em shopping
Rotatória receberá sinalização e semáforos
Projeto de Lei assegura Libras em salas de cinema da Capital
Anvisa proibe uso e venda de lentes de contato coloridas no Brasil
Fazendeiro é multado após desmatar 10 hectares e matas do cerrado
Batalhão de Operações Especiais tem novo comandante
MT convoca aposentados e pensionistas de MS da época da divisão
Corrupção é culpada por drama de paciente na Capital