Campo Grande •20 de Fevereiro de 2018  • Ano 7
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full Banner Águas Guariroba - Campanha Águas Faz Mais

Da redação | Terça, 16 de Maio de 2017 - 18h25Campo Grande é a 5ª no ranking de geração de empregos em 2017Foram registrados 568 novos empregos formais de janeiro a abril deste ano

(Foto: Reprodução/Internet)

Campo Grande registrou, de janeiro a abril, a 5ª posição no ranking das capitais com relação ao saldo de empregos registrados com carteira assinada, ficando a frente de capitais como Vitória /ES que ficou em 7ª posição, Belo Horizonte/MG (17ª), São Paulo/SP (24ª) e Rio de Janeiro/RJ (27ª). De acordo com os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado nesta terça-feira (16), pelo Ministério do Trabalho.

Entre contratações e demissões, a capital registrou 568 novos empregos formais de janeiro a abril de 2017, com a variação percentual de 0,29% no saldo do emprego.  Dos oito setores econômicos, quatro tiveram saldo positivo, em destaque: o setor de serviços com 445 postos de trabalho; construção civil com 420, indústria de transformação com 53 e extrativa mineral com oito postos de emprego com carteira assinada.

Com saldo negativo estão os seguintes setores: comércio com menos 229 postos de trabalho; serviço industrial de utilidade pública com menos 91 empregos formais, agropecuária com menos 37 e administração pública com 1 emprego formal.

No mês de abril, Campo Grande registrou o saldo positivo de 61 novos empregos formais com carteira assinada.  Os setores que tiveram saldo positivo foram o de serviços com 136 postos de emprego, o comércio com 100 novos trabalhadores com carteira assinada, a agropecuária com 20 novos empregos e a administração pública com 3 novas admissões.

Já o setor de serviço industrial de utilidade pública obteve o saldo negativo de menos 94 empregos, o setor da construção civil com menos 74 novos postos de trabalho; a indústria de transformação com menos 27 empregos formalizados e a extrativa mineral com menos três empregos gerados.

No comparativo da evolução do emprego entre o país, o estado e o município de Campo Grande, o desempenho no estoque do saldo de empregos nos quatro primeiros meses do ano, a capital apresentou a variação percentual do emprego de 0, 29,%, com o saldo de 568 empregos gerados.  O estado de Mato Grosso do Sul apresentou a variação de 1,15% com o saldo de 5.877 novos postos de trabalho e, o país perdeu 933 postos de trabalho, com variação de emprego zero.

No comparativo da evolução do emprego entre o país, o estado e o município de Campo Grande, o desempenho no estoque do saldo de empregos no mês de abril, a capital apresentou a variação percentual do emprego de 0, 03,%, com o saldo positivo de 61 empregos gerados.  O estado de Mato Grosso do Sul apresentou a variação de 0,14% com o saldo de 724 novos postos de trabalho e, o país registrou o saldo positivo de 59.856 postos de trabalho, com variação positiva de +0,16% em relação ao estoque de emprego do mês anterior.

Veja Também
Cardiologista ensina prevenir doenças do coração em palestra gratuita
Cursos capacitam pessoas com deficiência na Capital
Tribunal de Justiça defende novas taxas cartorárias
Governo assina mais de R$ 9 milhões em contratos
Terça, 20 de Fevereiro de 2018 - 12h48MEC lança até março edital para formação de professores Ingresso no estágio supervisionado será feito ao longo da graduação
Servidores ativos já podem preencher PGDI
Chuva causa danos em cidades do interior
Alunos do Sesi criam bengala eletrônica
Terça, 20 de Fevereiro de 2018 - 06h30Chuva durante todo o dia Há risco de ocorrência de temporais em todas as regiões do estado
ProUni: selecionados têm até dia 23 para comprovar dados
Square notícias UCI 2018
Vídeos
Diário Digital no Facebook
DothShop
Rec banner - Patio central
DothNews
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2018 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento