Campo Grande •20 de Setembro de 2017  • Ano 6
OrganizaçãoIvan Paes BarbosaDiretor de RedaçãoUlysses Serra Neto
Full banner Rota das Estações - Primavera

Da redação | Quinta, 7 de Setembro de 2017 - 09h00Campanha vai atualizar vacinas de crianças e adultosMinistério estabeleceu o sábado, dia 16, como 'Dia D', de mobilização nacional

(Foto: Divulgação)

A Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) de Campo Grande inicia na próxima segunda-feira (11) a Campanha Nacional de Multivacinação para Atualização de Caderneta de Vacinação. A ação acontece nas 66 salas de vacinação nas unidades básicas de saúde (UBS) e de saúde da família (UBSF) e se estende até o dia 22. O Ministério da Saúde estabeleceu o sábado (16), como o “Dia D”, dia de mobilização nacional.

A multivacinação é uma estratégia que o Programa Nacional de Imunização (PNI) vem adotando desde 2012 com a finalidade de atualizar a situação vacinal da população de crianças e adolescentes menores de 15 anos de idade (14 anos 11 meses e 29 dias), mas adultos que procurarem as unidades, também terão as cadernetas atualizadas. A mobilização acontece num curto intervalo de tempo e são oferecidas as vacinas da rotina, a fim de melhorar a cobertura vacinal.

As recomendações dos esquemas vacinais são elaboradas a partir de estudos que demonstram como uma vacina pode proporcionar o máximo de eficácia e proteção contra as doenças imunopreveníveis. Neste sentido, para cada vacina é estabelecido um esquema de vacinação, as faixas etárias alvo da vacinação, a idade mínima e máxima para receber cada dose, os intervalos ideais entre as doses.

Serão oferecidas todas as vacinas da rotina do PNI e disponíveis nas unidades de saúde todos os dias durante a Campanha, inclusive a de Febre Amarela e a BCG que seguem um cronograma de estabelecido para otimizar a utilização das doses.

• BCG (formas graves de tuberculose);
• Hepatite A;
• Penta Valente/DTP (hepatite B, difteria, tétano, coqueluche e haemophilus influenzae B);
• Hepatite B;
• VIP/VOP (vacina contra a poliomielite);
• Rotavírus humano;
• Pneumocócica 10 valente;
• Meningocócica C conjugada;
• Tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola);
• Tetraviral (sarampo, caxumba, varicela e rubéola) ou tríplice viral + varicela (atenuada);
• dT (difteria e tétano);
• dTpa (difteria, tétano e coqueluche acelular);
• HPV (papiloma vírus);
• Febre amarela

Para receber as vacinas é preciso apresentar a caderneta de vacinação, o Cartão SUS e o número do prontuário da rede municipal de saúde. “O Ministério da Saúde não determina uma meta para esta Campanha, porém todas as doses administradas são registradas no prontuário do paciente como forma de controle”, explicou a coordenadora da Divisão de Imunização da Sesau, Emmanuela Lopes.

As salas de vacinação nas 66 UBSs/UBSFs funcionam de segunda a sexta-feira, das 7h às 11h e das 13h às 17h. A recomendação é que o paciente chegue na unidade até às 10h e 16h para facilitar o fluxo de atendimento e colaborar com o encerramento do período do expediente.

Veja Também
Quarta, 20 de Setembro de 2017 - 06h31Temperatura pode chegar a 35° Névoa seca deve predominar durante todo o dia
Paciente que ficou nu recebeu atendimento, diz Sesau
Pelo menos 49 pessoas morreram em terremoto no México, dizem autoridades
Agentes penitenciários vão parar por 24h em MS
Audiência nesta quarta debate a situação dos idosos na Capital
Rede de lojas distribuirá cinco mil mudas de árvores
Papai Noel dos Correios vai atender 7 mil alunos na Capital
Forte terremoto atinge a capital mexicana
Ganhador da Mega-Sena de MS ainda não retirou prêmio
Correios podem paralisar nesta quarta
Square banner notícias UCI
Vídeos
Últimas Notícias  
Diário Digital no Facebook
DothNews
Rec banner - Patio central
DothShop
© Copyright 2014 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 Diário Digital. Todos os Direitos Reservados
 Plataforma Desenvolvimento