Menu
19 de outubro de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Setembro Verde

Campanha Setembro Verde une áreas da saúde e das artes no MARCO

Cerca de 50% das famílias dão aval negativo para que órgãos sejam doados

20 Set2019Da redação18h37

A partir desta sexta-feira (20) até o dia 26 de setembro o Museu de Arte Contemporânea (MARCO) recebe a exposição ‘Salve uma vida, ou mais’, que está inserida na programação a Semana Estadual de Incentivo a Doação de Órgãos e Córneas. A abertura oficial será nesta sexta-feira, às 19h30.

Este vai ser o primeiro ano que a campanha do Setembro Verde, mês dedicado à conscientização da importância de doação de órgãos e de incentivo da população para esse gesto, vai ser realizada em parceria com outras áreas, além da médica. Este ano, por exemplo, a campanha terá participação da Confraria Sociartista e apoio da Secretaria Estadual de Cultura.

A oftalmologista Cristiane Santos Bernardes, diretora do Banco de Olhos da Santa Casa e chefe do Serviço de Oftalmologia, destaca que todas as áreas tem papel importante nesta campanha, uma vez que o potencial doador está em todo lugar na sociedade. Além disso, a arte tem papel importante de sensibilização da população e abre caminhos para o diálogo.

O vereador Eduardo Romero (Rede) é um dos apoiadores da campanha deste ano. Ele destaca que há muitas pessoas na fila de espera por um transplante de órgãos ou tecido e que este tipo de campanha desperta nas pessoas o interesse por manifestar a algum familiar a vontade de ser doador, pois não há necessidade de deixar documento registrado. “Tivemos a informação que aproximadamente 50% das famílias dão negativa para que órgãos sejam doados. Respeitando a crença de cada um, entendemos que este índice pós-morte tem que ser diminuído”, defende.

Veja Também