Menu
6 de junho de 2020 • Ano 9
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Campo Grande

Campanha pede respeito aos direitos das pessoas com deficiência

Serão realizadas 'blitz'’ educativas, palestras para alunos das escolas Municipais e distribuição de cartilhas informativas

17 Abr2019Da redação19h38

A Prefeitura Municipal de Campo Grande, por meio da Subsecretaria de Defesa dos Direitos Humanos (SDHU) e através da Coordenadoria de Apoio à Pessoa com Deficiência (CAPED) realizou na manhã desta quarta-feira (17) às 9hs no Auditório do Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso do Sul o lançamento da campanha ‘’Respeite o Espaço do Próximo”.

Com foco na conscientização sobre o uso de vagas reservadas a pessoas com deficiência em estacionamentos públicos e privadas, bem como em locais reservados no transporte público, a campanha propõe a sensibilização da sociedade, levando á reflexão por meio de frases de impacto em adesivos afixados em locais estratégicos. Também serão realizadas ‘’blitz’’ educativas, palestras para alunos das escolas Municipais e distribuição de cartilhas informativas.

“Nós falamos muitas coisas, mas fazemos tudo ao contrário então é preciso que tenhamos essa consciência e acho que estamos conseguindo. Nunca houve uma coordenadoria de apoio à pessoa com deficiência antes em Campo Grande e quando tínhamos uma iniciativa, não éramos representados por pessoas que de fato entendesse as necessidades diárias e hoje nós temos e vamos continuar lutando para que as dificuldades sejam cada vez menores”, pontuou o prefeito Marquinhos Trad.

A campanha ainda tem a intenção de fortalecer o curso de capacitação ‘’Ponto Positivo” realizado pelo consórcio Guaicurus em parceria com a Prefeitura, a fim de melhorar o atendimento aos usuários do transporte público, onde a CAPED palestra pela sensibilização ao atendimento à pessoa com deficiência.

Para o Coordenador da CAPED, David Marques, esse é mais um passo na inclusão da pessoa com deficiência, que fortalece a participação deste público junto à sociedade, e principalmente efetua o respeito a essas pessoas. “Outra coisa importante é como se referir. Nós não temos como portar uma deficiência, só como ter, é assim que se fala e estamos aqui para  informar e conscientizar as pessoas”.

‘’A Prefeitura de Campo Grande tem trabalhado com excelência, a fim de garantir os direitos das pessoas com deficiência. Buscar melhorias na acessibilidade e contribuir com novos projetos para o seguimento são prioridades nessa gestão. E a SDHU visa efetivar a independência, o respeito no trabalho, transporte, saúde, educação, esporte e lazer desta classe’’, ressalta o Subsecretario Ademar Júnior.

O lançamento da Campanha contou ainda com a apresentação do grupo Dança do Ventre sem Limites com mulheres cadeirantes. Mirella Balattore, uma das idealizadoras do grupo e também presidente da Associação de Mulheres com Deficiência de Campo Grande reforçou a importância de se colocar no lugar do outro.

“Em primeiro lugar é o respeito e depois a empatia, se colocar no lugar do outro antes de tomar alguma decisão. Quase nunca encontro vagas para cadeirantes nos lugares e as pessoas falam para eu usar o dos idosos, mas eu não sou idosa ainda, porque faria com o outro o que não quero que façam comigo”, questiona.

Veja Também

Como prevenir acidentes com eletricidade em dias de chuva
PMA apreende 1.000 metros de redes de pesca
Live arrecada alimentos e fraldas para entidades sociais de MS
MS terá mais um fim de semana de temperaturas amenas
Confira passo a passo para obter licenciamento através de aplicativo
Blitz sanitárias abordaram mais de 2,8 mil na Capital
Política de gestão das águas tem adesão de 431 indústrias em MS
TJMS altera competência de varas cíveis de Campo Grande
Com o tema ´Fogo Mata´, Reflore/MS lança campanha contra incêndios
Piscinas públicas da Capital voltam a funcionar em Agosto