Menu
18 de janeiro de 2020 • Ano 9
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Meio Ambiente

Bolsonaro diz que desmatamentos e queimadas são culturais

Bolsonaro se esquivou novamente de perguntas sobre o aumento de 29,5% do desmatamento na Amazônia, maior taxa desde 2008

20 Nov2019R7.com11h10

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quarta-feira (20) que queimadas e desmatamento não devem acabar, pois são culturais. "Você não vai acabar com o desmatamento nem com as queimadas. É cultural", disse.

Bolsonaro se esquivou novamente de perguntas sobre o aumento de 29,5% do desmatamento na Amazônia, maior taxa desde 2008. Ele também voltou a citar a gestão de Marina Silva no Ministério do Meio Ambiente como exemplo de insucesso. "No período dela, tivemos a maior quantidade de ilícitos na região amazônica", disse.

O presidente confirmou que o governo pretende editar uma MP (Medida Provisória) para regularização fundiária nos Estados da Amazônia Legal. "Nós queremos é titularizar as terras. Uma vez havendo o ilícito, você sabe quem é o dono da terra. Hoje em dia você não sabe", disse.

Veja Também

Oficinas gratuitas de esporte e laze retornam aos parques e praças
Gêmeas permanecem internadas sem previsão de cirurgia
Carreta da Justiça começa atendimento de 2020 em Alcinópolis e Figueirão
Prefeitura de Corumba divulga regras para barracas e ambulantes
Provas para selecionar professor temporário serão aplicadas amanhã
Menina de 4 anos é picada por escorpião
De funcionários a patrões
Corumbá terá retorno do
Centro Poliesportivo da Vila Almeida atende duas mil pessoas por mês
Aposentado é autuado em R$ 6 mil por desmatamento em área protegida