Menu
16 de dezembro de 2018 • Ano 7
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Mega Banner Pátio Central - Natal
Fim de ano

Bolsões comerciais nos bairros terão policiamento especial

Neste ano, operação reúne de forma inédita Polícias Civil, Militar e Bombeiros

6 Dez2017Da redação17h05

A ‘Operação Boas Festas’ que garantirá maior segurança aos consumidores de Campo Grande neste final de ano atuará no Centro da Capital, arredores de shoppings e também nos bairros onde há uma movimentação por conta dos “bolsões” de comércio. Neste ano, a operação reúne de forma inédita os três poderes de segurança: Polícias Civil, Militar e Corpo de Bombeiros.

O plano de policiamento foi apresentado nesta quarta-feira, 6 de dezembro, no auditório da Câmara de Dirigentes Lojistas de Campo Grande (CDL-CG). Somente da Polícia Militar (PM) irá colocar um efetivo de 1.300 mil oficiais nas ruas.

Para o Secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, José Carlos Barbosa, a parceria entre a segurança pública e a CDL Campo Grande traz comodidade e tranquilidade à população e aos lojistas que contribuem com a economia da cidade.

“Queremos com esse plano especial levar paz, tranquilidade e fazer com que o cidadão de bem e as pessoas que visitam parentes na cidade no fim de ano possam fazer suas compras, realizar passeios e curtir o Natal em um ambiente de paz. Para nós era importante antes da apresentação oficial passar aqui pela CDL Campo Grande, que é parceira em conscientizar lojistas e população da importância de um plano efetivo de segurança”, disse.

O presidente da CDL Campo Grande, Hermas Renan Rodrigues avaliou a parceria com o governo do Estado, por meio da Sejusp de extrema importância, visto que nos próximos 30 dias serão movimentados recursos aguardados pelos servidores públicos e empresários.

“Ouvimos o governador que serão um total de R$ 1,5 bilhão que serão injetados na economia, devido aos salários e 13º salário, sem contar ainda com a prefeitura de Campo Grande e empresas privadas. Isso nos estimula muito e traz boa expectativa, confirmando as estatísticas que estamos saindo da crise aos poucos. Já sobre a segurança pública, os crimes acontecem no dia a dia, mas com esse planejamento apresentado vai minimizar muito”.

Hermas também ressaltou que os lojistas precisam acolher os policiais e trazê-los para dentro do estabelecimento comercial.

“Precisamos também fazer a nossa parte como empresários. Neste momento é importante que os lojistas acolham os policiais para dentro de seus estabelecimentos, oferecendo coisas mínimas como uma água ou um banheiro. Desta forma o policial pode ter uma relação melhor com o comerciante, e este pode apontar de repente possíveis suspeitos e assim a polícia agir de forma mais rápida. Sem contar que o policial também é um cliente, e por isso devemos tratá-lo bem”.

O Comandante de Policiamento Metropolitano, Coronel Renato Tolentino, a novidade neste ano é um maior efetivo junto às regiões comerciais dos bairros afastados do centro de Campo Grande.

“Nós vamos olhar o setor comercial que está ramificado na periferia. Temos uma atenção grande também nestes períodos de festas exatamente próximo também aos shoppings, onde tem uma circulação muito grande de pessoas. Já na área central a segurança continuará a ser feita, com reforço de efetivo também, à pé de motocicleta e viaturas. São mais de 300 mil pessoas que circulam pelo centro e nos shoppings, que atraem muita gente, vamos colocar policiamento no entorno. A PM estará distribuída por diversas regiões da cidade com grande concentração de comércio e agências bancárias, para que a população possa sentir a presença da PM e se sinta seguro para fazer suas compras”.

Entre os pontos citados como chaves para atuação da Polícia Militar estão trechos da rua da Divisão no bairro Parati;  Avenida Trancedo Neves dentro do Aero Rancho; Avenida Manoel da Costa Lima, rua Pontalina que começa na regiões da Guaicurus; Avenida Júlio de Castilho, rua Panambiverá, próximo do bairro São Conrado, Moreninhas na região da avenida Ipamirim, além das ruas Spipe Calarge e avenida Bom Pastor.

“Está dentro do nosso planejamento a ronda com viaturas e efetivo policial forte em bairros que contam com agências bancárias, pois elas tem horário estendido de funcionamento para saques em dinheiro. Por isso recomendamos aos consumidores, se possível, consumirem seja no centro, shoppings e no comércio de bairro com cartão para inibir ação de meliantes”, recomendou.

A Superintendente Pátio Central Shopping, Helma Firmino, esteve presente no evento e considerou a segurança em torno dos shoppings como positiva e atende as necessidades também de outros estabelecimentos do segmento.

“É muito importante essa segurança ao redor dos shoppings, agora nesse fim de ano, onde há maiores casos de furtos de consumidores. Essa parceria CDL, forças de segurança e comércio, no caso especial também dos shoppings é fundamental para que a população possa aproveitar e fazer suas compras com tranquilidade”.

Apresentação oficial - “Operação Boas Festas” - O lançamento oficial da “Operação Boas Festas” será realizada no dia 8 de dezembro (sexta-feira), às 9h, na Praça do Rádio Clube, no centro da Capital.

(As informações são da assessoria de imprensa da CDL)

Veja Também

MP afirma que João de Deus já é considerado foragido
Confira cinco pontos que são levados em consideração na vistoria veicular
Três Lagoas cria setor especial para pacientes com suspeita de dengue
Indígenas obtêm registro civil com ajuda da Carreta da Justiça
Confira a escala dos postos de saúde para este sábado
Casamento comunitário espalha vida em igreja
Governo adquire scanners corporais para revistas em presídios
Décimo terceiro para servidores municipais estará disponível neste sábado
Lançado edital para PPP do tapa buracos na Capital
Praça dos Imigrantes promove concurso de presépio e cantata natalina