Menu
23 de abril de 2019 • Ano 8
Diretor de RedaçãoUlysses Serra Netto
Super Banner SEGOV - VALE UNIVERDADE
Campo Grande

Boleto da taxa de lixo pode ser impresso pela internet

Por conta de uma determinação judicial, neste ano a cobrança é feita em boleto específico

16 Abr2018Da redação14h18

O boleto de cobrança da taxa de limpeza pública já está disponível no site da Prefeitura de Campo Grande. Lá o campo-grandense pode constatar, inclusive, como é feito o cálculo para a cobrança da taxa, que existe há mais de 45 anos, cobrada no IPTU. Todavia, por conta de uma determinação judicial, neste ano a cobrança é feita em boleto específico.

Para ter acesso ao carnê, o contribuinte deve acessar o site da Prefeitura de Campo Grande, no endereço: www.campogrande.ms.gov.br/taxadolixo. O acesso ocorre por meio de um banner localizado na parte superior da página, acima das notícias.

Por se tratar de uma taxa, o valor só pode ser utilizado para fim específico. No caso, o pagamento da empresa responsável pela coleta. A cobrança é um instrumento fundamental para garantir a saúde de todos, proteger o meio ambiente e melhorar a qualidade de vida de nossa cidade.

No ano passado, com o objetivo de aprimorar a coleta, remoção e destinação dos resíduos sólidos de Campo Grande, foi editada a lei complementar número 308 e aprovada pela Câmara de Vereadores de nossa Capital.

A lei veio para atender a súmula vinculante número 19 do Supremo Tribunal Federal. Após a ter sido constatado equívoco técnico na tabela de cálculo dos valores, a Prefeitura suspendeu a cobrança, e em seguida constituiu comissões técnicas com apoio da várias entidades, entre elas Tribunal de Contas, Ordem dos Advogados do Brasil, Associação Comercial e Clube de Diretores Lojistas para rever a legislação e o modelo de cálculo dos valores cobrados.

Em seguida, numa medida inédita no País, abriu procedimento para a devolução da taxa, recalculou os índices, atendendo a todos os preceitos legais determinados pela Justiça, e estabeleceu novos critérios de cobrança, passando a emitir carnê próprio do serviço, desvinculado dos carnes de IPTU.

Esse elenco de medidas permitiu que a taxa do lixo ficasse mais barata, com redução de valores para todos os contribuintes. Com as mudanças, 86% dos contribuintes pagarão entre R$ 20 e R$ 200 pela coleta

A partir de agora os novos carnês chegarm à população de forma mais transparente, podendo ser parcelado em nove vezes, com primeiro vencimento no próximo dia 20. O contribuinte que pagou a primeira taxa e não solicitou a devolução do dinheiro receberá uma carta de crédito, que será utilizada para abater nos valores cobrados no próximo ano.

O pagamento da taxa do lixo é fundamental para o desenvolvimento da cidade, reiterando o compromisso da Prefeitura em promover justiça social, melhorar a cidade e garantir bem-estar a todos.

Veja Também

Clima Terça-feira de chuva em todas as regiões de MS Inmet prevê meteorologia é de temperatura não ultrapassando os 26°C
‘Cozinha Experimental’ realiza duas edições na Capital nesta semana
Sobe para 24 número de mortos na tragédia na Muzema, no Rio
Escolagov promove capacitação com padrões internacionais
Com devolução de aviões, Avianca cancela mais voos em todo País
Estrada implantada no Pantanal recebe cascalhamento
Detran esclarece sobre a Permissão Internacional para Dirigir
Vereadora acusada de integrar facção tem liberdade negada
Prefeitura libera tráfego na Avenida Ernesto Geisel com a Bonsucesso
Alunos que tiveram a isenção no Enem negada podem recorrer